Aspectos da vida pessoal que afetam o trabalho

Com o aumento dos casos de Covid, a volta para o escritório ficou um pouco mais distante da realidade das empresas. E consequentemente, a qualidade de vida no trabalho remoto voltou a ser pauta dos departamentos de RH. Esses profissionais vêm buscando alternativas para ajudar os funcionários a lidarem com a sobrecarga de tarefas e a ter maior controle emocional no trabalho.

Entretanto, na prática, esse equilíbrio nem sempre acontece, afinal, dependendo da rotina, nem sempre o colaborador arruma tempo e disposição para cuidar de outros pontos do seu dia a dia, como saúde, família, relacionamentos, e saúde mental.

E quando o funcionário não consegue lidar com as demandas, a pressão pode incapacitá-lo, levando-o a desenvolver problemas como estresse, ansiedade, depressão e/ ou burnout.  Além disso, as relações com os colegas de trabalho e familiares podem ficar comprometidas pela falta de equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional

Como o RH pode ajudar suas equipes ?

Já sabemos que a saúde mental é um dos temas que permeia o futuro do RH, e que ele pode ajudar o colaborador a trabalhar o controle emocional. Para isso, o departamento precisa estar atento aos sinais que seus colaboradores  demonstram quando algo não vai bem. Os principais são:

  • queda de produtividade
  • apatia
  • atrasos nas entregas
  • faltas
  • irritabilidade

Além disso, é necessário oferecer ferramentas para ajudar o colaborador a encontrar o equilíbrio , com um bom programa de qualidade de vida no trabalho, que ofereça  suporte e que ajude o time a ter uma entrega de qualidade sem comprometer a saúde emocional. Um bom programa de qualidade de vida no trabalho deve proporcionar:

  • Mais flexibilidade: o home office pode ser um benefício muito valioso para o funcionário, porém, estando em casa, as tarefas domésticas acabam se mesclando com a rotina de trabalho. Oferecer flexibilidade é uma forma de ajudar o colaborador a se organizar da maneira que achar melhor, sem deixar de lado as responsabilidades. 
  • Limite de horas-extras: a sobrecarga de trabalho é uma realidade que está presente na maioria das funções, entretanto, é fundamental ajudar o funcionário a estabelecer um limite para que ele possa desfrutar de momentos de descanso e lazer.
  • Momentos de  bem-estar: foi-se o tempo em que a empresa era um local que somente designava as funções de um profissional. Hoje em dia, oferecer ferramentas que auxiliem o colaborador no seu bem-estar físico e mental é algo que já faz parte da realidade das companhias. 

A terapia online é uma maneira rápida, segura e eficaz para ajudar o colaborador a encontrar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e a empresa pode, e deve, fornecer esse tipo de benefício, afinal, o foco principal é  produtividade e resultados, o trabalhador exausto e infeliz não vai produzir com a qualidade desejada. 

A tecnologia que as plataformas de terapia online possuem podem ajudar, principalmente em um momento como esse, em que a presença física não é recomendada, mas o cuidado com a saúde emocional deve ser prioridade

Você conhece a OrienteMe? Venha saber como podemos contribuir para a saúde emocional da sua equipe de forma prática, personalizada e leve. CLIQUE AQUI para entender mais sobre nossa plataforma de saúde emocional corporativa.

Gostou do artigo, compartilhe com a rede!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Você também pode gostar

ORIENTEME NA SUA EMPRESA!

Deseja mapear a saúde emocional da sua empresa, oferecer atendimento psicológico aos colaboradores e acompanhar a evolução da saúde emocional das equipes? Solicite um orçamento no botão abaixo e entraremos em contato o quanto antes.

Deseja solicitar um orçamento para sua empresa?

ORIENTEME PARA VOCÊ!

Deseja falar com seu psicólogo por mensagens e videochamadas, quando e onde quiser?

Conheça mais os nossos planos!

INDIQUE A ORIENTEME PARA SUA EMPRESA!