Medo de terapia? 3 maneiras de engajar os gestores da empresa para falar de saúde mental no trabalho!

vida-pessoal-trabalho-equilibrio

Se antigamente a estabilidade era o maior desejo das pessoas ao ingressarem no mercado de trabalho, nos dias atuais a busca por um ambiente profissional saudável, que permita o desenvolvimento e o equilíbrio entre o trabalho e vida pessoal é um dos principais fatores de escolha na hora de pensar na carreira. 

A chegada da pandemia e as mudanças que ela provocou no mercado corporativo trouxeram à tona uma outra preocupação para os profissionais: o cuidado com a saúde mental. 

O isolamento social, a incerteza, o excesso de trabalho e a falta de relacionamento social fez com que o RH passasse a ter um olhar especial para questões como burnout, queda de produtividade, absenteísmo, depressão e outros transtornos. E uma das soluções encontradas para oferecer apoio para os colaboradores foi incluir uma plataforma de terapia online como benefício como forma de cuidar da saúde mental no trabalho.

Entretanto, a disponibilização de um psicólogo online para tratar as causas de transtornos mentais no trabalho precisa ser disseminada, de maneira que os funcionários não se sintam com vergonha de falar sobre suas questões dentro do ambiente corporativo e sejam incentivadas a cuidar da saúde mental assim como fazem com outros aspectos da sua vida. 

Neste texto, apresentamos 3 dicas de como engajar os gestores da empresa a falar sobre saúde mental com as suas equipes, com o objetivo de transformar o ambiente corporativo em um lugar acolhedor e humanizado.

1 – Comunicação eficiente

O primeiro passo para que os funcionários se sintam à vontade para seguir rumo à terapia online é sentir que eles podem ser ouvidos. Por isso, incentivar uma política de portas abertas, promovendo integração entre os times, conversas, feedbacks constantes faz com que as pessoas se sintam parte da empresa e, com isso, se sintam seguros para abordar as questões sobre saúde mental com foco no desenvolvimento profissional. 

2 – Reuniões 1 on 1

Muitos colaboradores não se sentem à vontade para compartilhar questões pessoais ou problemas de trabalho com o resto do time, por isso, as reuniões individuais são fundamentais para que se construa uma relação de confiança entre chefe e encarregado, além de ser uma alternativa para que gestores possam identificar o que pode estar atrapalhando o desempenho daquele colaborador, buscando maneiras de ajudá-lo a contornar tais situações. Essa é a melhor forma de criar uma relação de confiança, para que o gestor possa abordar a saúde mental e emocional sem se sentir pressionado. 

3 – Campanhas de promoção à saúde

As campanhas de promoção à saúde são uma ótima maneira de engajar colaboradores a ter um olhar diferenciado para si. Usar essas ações como uma forma de incentivar a liderança a falar sobre questões de saúde pode fazer com que o time tenha um novo olhar para o seu superior, enxergando-o de forma mais humanizada, afinal, ele pode passar pelas mesmas questões que a equipe passa. Mostrar certa vulnerabilidade e incentivar os gestores a serem os porta-vozes dessas campanhas faz com que os profissionais se enxerguem em sua totalidade como seus superiores e, com isso, podem se sentir mais à vontade para se abrirem. Além disso, os gestores também se sentem mais confortáveis para abordar o tema saúde mental com o seu time. 

Gostou do artigo, compartilhe com a rede!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Você também pode gostar

ORIENTEME NA SUA EMPRESA!

Deseja mapear a saúde emocional da sua empresa, oferecer atendimento psicológico aos colaboradores e acompanhar a evolução da saúde emocional das equipes? Solicite um orçamento no botão abaixo e entraremos em contato o quanto antes.

Deseja solicitar um orçamento para sua empresa?

ORIENTEME PARA VOCÊ!

Deseja falar com seu psicólogo por mensagens e videochamadas, quando e onde quiser?

Conheça mais os nossos planos!

INDIQUE A ORIENTEME PARA SUA EMPRESA!