O papel do RH na promoção da saúde mental no trabalho remoto

O trabalho remoto foi um tema que entrou em debate nos últimos anos, mas sempre foi questionado por algumas empresas, devido a sua eficácia quando se tratava da real produtividade de seus colaboradores . Entretanto, a chegada da pandemia fez com que quase todos tivessem de se adaptar a essa nova realidade. Neste cenário de incertezas e medo, a saúde mental dos funcionários tornou-se uma das principais preocupações para o futuro das empresas e pilares da área de Recursos Humanos.

Diversas pessoas tiveram de passar pela experiência de trabalhar de casa pela primeira vez, em muitos casos acabaram se sentindo sobrecarregadas, o que mostrou que, trabalho e a saúde mental nunca estiveram tão ligados como agora. 

Por isso, a adoção de medidas, por parte das empresas, para prevenir possíveis problemas causados por este novo modelo de trabalho já é tida como fundamental. Além de implementar uma política de boas práticas, como horário flexível, feedbacks individuais e happy hours via videochamada, os RHs também enxergaram nas plataformas de terapia online uma alternativa para ajudar o time a lidar com as questões que envolviam a relação entre trabalho e saúde mental. 

É fundamental incentivar o diálogo e a abertura dos funcionários, mostrando que a vulnerabilidade, a instabilidade emocional e a ansiedade não são sinais de fraqueza. A inteligência emocional é necessária e falar sobre ela, ainda mais. 

Nesses casos, a oferta de terapia online por meio de plataformas pode ajudar os colaboradores a se sentirem mais confiantes para se abrirem, pois oferecem um ambiente seguro e acolhedor para que ele possa lidar com as suas questões. 

Entretanto, além de oferecer uma solução para que o time faça terapia online, é preciso criar uma cultura mais humanista, em que a promoção da inteligência emocional e do bem-estar seja um dos pilares de seu programa de qualidade de vida no trabalho

Produzir conteúdos educativos, como newsletters e conteúdos internos pode despertar nos colaboradores a ideia de proximidade, e mostra que a companhia está aberta para ouvi-lo. Derrubar o tabu que existe quando se fala de terapia pode instigar os colaboradores a procurar ajuda. 

O futuro das empresas está diretamente ligado à saúde mental de seus funcionários, por isso é preciso defender a necessidade de implementar um programa de qualidade de vida que traga a temática como pilar fundamental

Gostou do artigo, compartilhe com a rede!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Você também pode gostar

ORIENTEME NA SUA EMPRESA!

Deseja mapear a saúde emocional da sua empresa, oferecer atendimento psicológico aos colaboradores e acompanhar a evolução da saúde emocional das equipes? Solicite um orçamento no botão abaixo e entraremos em contato o quanto antes.

Deseja solicitar um orçamento para sua empresa?

ORIENTEME PARA VOCÊ!

Deseja falar com seu psicólogo por mensagens e videochamadas, quando e onde quiser?

Conheça mais os nossos planos!

INDIQUE A ORIENTEME PARA SUA EMPRESA!