Qualidade de vida no trabalho

Entenda como desenvolver um bom plano de treinamento

Daniela Haidar Chohfi -

A competitividade entre as empresas tem criado uma maior necessidade de gestão e capacitação dos colaboradores. Por isso, é fundamental a elaboração de um plano de treinamento capaz de identificar e direcionar pontos a serem melhorados. 

Para isso, as melhores práticas estão envolvidas com a tecnologia, assim, um software para gestão de processos é essencial para avaliar o desempenho coletivo e individual. Desse modo, auxilia no controle das tarefas, dos resultados e dos prazos. 

Pensando nisso, preparamos o conteúdo a seguir com tudo o que você precisa saber sobre o plano de treinamento. Entenda o que é, sua importância e os principais passos para implementar na sua empresa.

Afinal, o que é plano de treinamento?

De modo geral, um plano de treinamento consiste em um documento que apresenta todos os pontos a serem aplicados durante um treinamento. Sendo assim, apresentam informações sobre métodos e resultados a serem alcançados. 

Para isso, o documento deve conter detalhadamente cada etapa desenvolvida pela empresa. Ou seja, ele tem a finalidade de aprimorar as competências e habilidades dos funcionários a partir de cursos, palestras e treinamentos. 

Qual a importância de um plano de treinamento?

O investimento em um plano de treinamento é fundamental para proporcionar aos gestores uma melhor possibilidade de controle sobre as capacitações oferecidas. Desse modo, acompanhar os índices de desenvolvimento e andamento das atividades.

Com isso, possibilita um controle diário sobre os treinamentos aplicados, entendendo o desenvolvimento coletivo e individual dos colaboradores. Além disso, ajuda na organização do cronograma de treinamentos aplicados. 

Outro ponto importante é auxiliar os colaboradores no desenvolvimento deles dentro da empresa. Sendo assim, é uma iniciativa importante para o crescimento da organização mas essencial para o desenvolvimento profissional pessoal de cada colaborador. 

Assim, o plano de treinamento é importante para o desenvolvimento da carreira, dentro e fora da empresa. 

2 tipos de plano de treinamento

Antes de conhecer as etapas do plano de treinamento é importante entender que existem dois principais modelos. Embora os dois se complementem, eles possuem visões e objetivos distintos. 

O primeiro é o plano de treinamento individual, no qual o documento apresenta um treinamento específico, determinando os objetivos e o prazo. Já o plano anual de treinamento, conhecido como PAT, conta com informações mais detalhadas.

Sendo assim, ele é o documento sobre todas as informações de capacitações em um período de um ano. Desse modo, funciona como um cronograma para os treinamentos em cada área, muito utilizado em grandes empresas com diferentes setores.

5 passos para o plano de treinamento

Agora que você já sabe tudo sobre o plano de treinamento, vamos conhecer os 5 passos principais para o seu desenvolvimento. 

1- Diagnóstico e levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT)

Embora o Levantamento das Necessidades de Treinamento, ou LNT, não apareça diretamente no plano de treinamento, é muito importante sua elaboração. Com isso, consiste na documentação de pontos a serem melhorados

Assim, podem envolver tanto gaps operacionais quanto de capacidade técnica dos colaboradores. A partir desse conhecimento é possível encontrar os melhores métodos, buscando o maior resultado em cada processo de capacitação. 

2- Definir os objetivos

Com o LNT em mãos, os gestores podem entender de maneira mais ampla as necessidades que a empresa exige. Assim, criaremos uma melhor definição para os objetivos, sejam em curto ou longo prazo. 

Vale destacar que as deficiências encontradas podem estar relacionados a soft skills ou hard skills. A primeira consiste em competências comportamentais, como liderança, comunicação e proatividade. 

Já as hard skills são aquelas habilidades técnicas, ou seja, conhecimento dos processos  e sistemas operacionais. Portanto, o segundo passo tem o objetivo de traçar os objetivos para o desenvolvimento das deficiências encontradas nos estudos iniciais. 

3- Elaborar orçamento

A terceira etapa para o desenvolvimento do plano é estabelecer o orçamento para a distribuição dos recursos. Desse modo, definir os recursos disponíveis para facilitar a escolha dos métodos, duração e aplicação dos treinamentos. 

Além disso, essa etapa é fundamental para ajudar os gestores do plano de treinamento a encontrar os cursos e capacitações com o melhor custo-benefício. Assim como, definir a quantidade de treinamentos disponíveis para cada colaborador ou grupo.

4- Definir a estrutura do treinamento

O quarto passo para elaboração do plano de treinamento, com o orçamento feito, é definir como ele será aplicado. Ou seja, quais os formatos utilizados, como presenciais, videoaulas, mentorias e muitas outras alternativas. 

Sendo assim, essa etapa tem como objetivo acrescentar ao documento de plano de treinamento os profissionais envolvidos, os métodos e cronograma. Desse modo, auxilia na organização de cada setor, para o maior aproveitamento dos recursos oferecidos. 

5- Avaliação dos resultados

Como grande parte dos processos de treinamentos, a última etapa é desenvolvida para analisar os resultados e o desempenho das alternativas escolhidas. Portanto, procure entender quais as ações que mais surtiram efeitos positivos e negativos.

A partir dessa análise será possível desenvolver anualmente um plano de treinamento mais eficiente e menos custoso para a empresa. Além disso, auxilia a encontrar as atividades mais adequadas para os colaboradores, procurando engajá-los em cada nova ação.

Conclusão

Com todas as informações apresentadas no texto é possível entender o que é o plano de treinamento. Sendo assim, compreender sua importância para o desenvolvimento individual e coletivo de uma empresa.

Portanto, o plano de treinamento se baseia na elaboração de um documento com todas as informações sobre os pontos fracos e fortes da organização. A partir disso, é possível estabelecer ações e capacitações para aprimorar os resultados da empresa.

Para isso, são utilizadas de maneira geral 5 etapas, que vão desde o estudo sobre os pontos a serem melhorados ao orçamento disponível para capacitação. Desse modo, é um investimento fundamental para alcançar melhores resultados, de curto e longo prazo. 

Agora que você já sabe tudo sobre plano de treinamento, procure desenvolver junto a sua equipe um bom estudo sobre as deficiências da empresa. Com isso, estabelecer um plano de desenvolvimento para se tornar mais eficiente, competitiva e lucrativa.

Mais sobre Saúde Ocupacional

Importância de treinamentos sobre gerenciamento de estresse para equipes

Atuação estratégica do RH pode evitar transtornos mentais relacionados ao trabalho

Doenças mentais incapacitantes para o trabalho

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​