A ansiedade provocada pela produtividade

Se você está no mercado de trabalho, com certeza já viu algum colega, ou até você mesmo, reclamar sobre falta de foco para se concentrar nas tarefas do dia a dia. E com a chegada da pandemia e o home office, essa sensação só aumentou. A sobrecarga causada pela dupla jornada, a falta de contato com o mundo e com os colegas e a insegurança sobre o futuro foram algumas das principais causas de transtornos mentais no trabalho

Além disso, cada vez mais as empresas exigem produtividade dos seus funcionários, e a responsabilidade para entregar as tarefas a tempo pode gerar uma ansiedade prejudicial para o colaborador. E apesar de a produtividade ser algo positivo, se ela faz com que o colaborador fique muito ansioso, é preciso ligar o sinal de alerta, afinal, não é possível ter controle de tudo.

Afinal, o que é ansiedade?

A ansiedade, nada mais é do que uma antecipação emocional, que causa medo ou um sentimento excessivo de preocupação. Por isso, é bastante compreensível que as mudanças causadas pela pandemia tenham aumentado os diagnósticos de ansiedade e de transtornos mentais no trabalho.

A chegada do home office sem estruturação e a pressão para seguir produzindo sem passar por um processo de adaptação gerou um estado de estresse constante, aumentando a preocupação do time, trazendo uma série de questões, como:

  • queda de desempenho
  • prejuízo no relacionamento interpessoal
  • queda na qualidade das entregas

Como o RH pode ajudar?

O primeiro passo para que as empresas aprendam a lidar com esse tipo de situação é saber ouvir a sua equipe. Incentivar os gestores a conversar com os subordinados e perceber qualquer mudança de comportamento é fundamental para ajudá-los. 

Outro ponto fundamental para as empresas é investir no bem-estar de seus funcionários. Empresas que investem no bem estar dos funcionários tendem a ter um  ganho de produtividade e mais confiança da equipe. Além disso, o gestor pode – e deve – cobrar produtividade de seu time, entretanto, ele deve se preocupar com o equilíbrio que o colaborador deve ter entre a sua vida pessoal e profissional. Incentivar pequenas pausas, reuniões para manter o relacionamento interpessoal entre a equipe e oferecer benefícios que ajudem os funcionários a cuidar da saúde são investimentos importantes. 

Dentre os benefícios, a terapia online tem ganhado força, pois, com ela, o funcionário pode tratar de questões com sigilo e praticidade, além de aprender a equilibrar a produtividade e a ansiedade por ela causada. As plataformas de terapia online podem ser um apoio para que o RH possa ajudar seus funcionários e apoiá-los. Além do contato com o psicólogo, feito por meio de mensagens de texto, voz, imagem, vídeo e por videochamadas agendadas, as plataformas de terapia online também oferecem outros benefícios, como exercícios de respiração, meditação e acompanhamento do nível de saúde emocional dos funcionários, por meio de um dashboard.

Lembre-se de proporcionar um ambiente saudável para que os colaboradores possam se abrir a respeito dos desafios trazidos pelo trabalho remoto e se sintam acolhidos ao fazer isso.

Gostou do artigo, compartilhe com a rede!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Você também pode gostar

ORIENTEME NA SUA EMPRESA!

Deseja mapear a saúde emocional da sua empresa, oferecer atendimento psicológico aos colaboradores e acompanhar a evolução da saúde emocional das equipes? Solicite um orçamento no botão abaixo e entraremos em contato o quanto antes.

Deseja solicitar um orçamento para sua empresa?

ORIENTEME PARA VOCÊ!

Deseja falar com seu psicólogo por mensagens e videochamadas, quando e onde quiser?

Conheça mais os nossos planos!

INDIQUE A ORIENTEME PARA SUA EMPRESA!