Resiliência: o que é, como desenvolver e como a terapia ajuda

ser-resiliente

Resiliência é a capacidade de sermos flexíveis em momentos nos quais estamos frente a dificuldades ou adversidades. Essa flexibilidade é construída por meio de um conjunto de crenças que possibilitam transcender os empecilhos da vida e prosperar um futuro com superação.

Neste texto, vamos entender mais sobre a resiliência, além de dar dicas de como conseguir desenvolvê-la. Confira!

O que é resiliência?

A resiliência é uma característica nata nas pessoas. Uma pessoa resiliente é aquela mais disposta a aceitar riscos, a lidar com problemas, a adaptar-se a mudanças, a superar obstáculos e a resistir à pressão de situações adversas.  Mas, isso não significa que ela não pode ser desenvolvida ao longo da vida. 

Exercitar a capacidade de abraçar mudanças não significa que devemos aceitar tudo. Por exemplo, podemos ter um comportamento resiliente em nosso ambiente familiar, porém temos dificuldades de desenvolver essa habilidade em nosso ambiente profissional.

Tudo depende do quanto essa transformação exige de nós e impacta na nossa felicidade. Não se trata de ser imune aos problemas. A dor emocional, os sentimentos de frustração e tristeza estarão presentes, mas o posicionamento perante essas sensações deve ser de enfrentamento e superação.

“Mais importante que os acontecimentos que lhe afetam, é como você reage a eles.”

(autor desconhecido)

Resiliência emocional

Além da capacidade de encarar mudanças, ser capaz de lidar com os sentimentos que elas provocam e não se deixar abater é chamada de resiliência emocional. Geralmente, quem consegue conviver com os sentimentos provocados durante momentos difíceis, entendendo, por exemplo, que a frustração é parte da vida, tende a ser mais resiliente. 

É preciso praticar a confiança e o otimismo ao traçar novas rotas para o que já tinha sido planejado. Lidar com as emoções é uma habilidade possível de se desenvolver também com mudanças de  atitudes e dos hábitos. 

Como desenvolver resiliência?

Para desenvolver essa característica é necessário alterar um conjunto de crenças espirituais e contextos culturais que são desenvolvidos ao longo da vida para que sejam mudados e transformados.

Indivíduos resilientes são capazes de acreditar em si mesmos e na sua capacidade de gerir de forma eficaz os desafios da sua vida. Cada pessoa desenvolve uma forma diferente de gerenciar esse estresse. Para isso, uma mudança de postura diante dos obstáculos se faz necessária.

Atitudes que ajudam a desenvolver a resiliência:

  • desenvolver a capacidade de se adaptar às mudanças;
  • procurar ser flexível;
  • exercitar o autocontrole, liberando tensões;
  • encarar a vida com positividade e otimismo;
  • utilizar as adversidades como fonte de força;
  • aprender a ser paciente e otimista;
  • manter a motivação em alta;
  • manter-se conectado em relacionamentos afetuosos;
  • aprender hábitos saudáveis;
  • acreditar em si mesmo.

Resiliência no trabalho

Assim como na vida pessoal, ser capaz de se adaptar é importante para lidar com as questões da vida profissional e exige a adoção das mesmas atitudes acima. O mercado de trabalho valoriza mais as pessoas resilientes.

São elas as que melhor sabem como resolver problemas e  lidam com diferentes perfis de colegas no ambiente profissional. Além disso, têm uma habilidade que é fundamental para os dias de hoje: inteligência emocional. 

No entanto, pode existir um lado negativo ao ser resiliente o tempo todo. É preciso saber analisar e compreender diferentes cenários para saber quando vale a pena se adaptar às transformações e quando não.

Estar sempre pronto para aceitar câmbios, mesmo impactando negativamente na rotina, pode causar ansiedade, estresse e até mesmo depressão.

Quais são as habilidades de um profissional resiliente?

A seguir, listamos as principais habilidades de um profissional resiliente:

  • inteligência emocional;
  • autocontrole;
  • protagonismo;
  • paciência;
  • criatividade.

Um profissional resiliente é aquele que busca soluções proativamente e ainda tira proveito das situações para aprender diante de algo que não está de acordo com o planejado. Ele também sabe dar e receber feedbacks e sabe se adaptar diante dos problemas que surgem. 

Como desenvolver resiliência no trabalho?

Assim como na vida pessoal, para desenvolver a resiliência no trabalho é preciso deixar de lado crenças limitantes e desenvolver novos hábitos.  Essas mudanças são fundamentais para lidar com desafios e contratempos, além de desenvolver um bom relacionamento com os colegas. 

Como a terapia pode ajudar?

Pessoas resilientes tendem a ter um autoconhecimento profundo sobre si mesmas, por isso, conseguem antever questões difíceis, buscando a melhor maneira de lidar com elas. Para isso, é preciso conhecer profundamente suas qualidades e defeitos, desenvolvendo a autoconfiança. 

A terapia é uma ferramenta poderosa de autoconhecimento, pois, por meio de questionamentos e discussões sobre sentimentos e situações, é possível refletir sobre o seu papel em cada aspecto da sua vida, seja social, familiar ou profissional. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Continue lendo

E-BOOK GRATUITO

Como o Feedback pode transformar as relações na sua empresa.