Qualidade de vida no trabalho

Indicadores de desempenho de RH: como usar para uma gestão estratégica

Daniela Haidar Chohfi -

A gestão de recursos humanos evoluiu e se tornou estratégica nas empresas, reconhecendo o valor do capital humano para o sucesso organizacional. Nesse contexto, os indicadores de desempenho de RH surgem como uma poderosa ferramenta para mensurar e avaliar diversos aspectos relacionados aos colaboradores e à cultura organizacional.

Esses indicadores podem variar de acordo com a área de atuação da organização, mas alguns exemplos comuns incluem: taxa de rotatividade de funcionários, índice de absenteísmo, produtividade e tempo médio de recrutamento e seleção

Acompanhar esses indicadores é fundamental para identificar tendências e tomar decisões estratégicas para melhorar o desempenho da equipe e, consequentemente, o sucesso da empresa.

Neste artigo, exploraremos a importância dos indicadores de RH como chave para uma gestão estratégica de pessoas. Boa leitura!

O que são indicadores de desempenho de RH?

Indicadores de desempenho, ou KPIs (Key Performance Indicators ou Indicadores-chave de Desempenho, em português), são ferramentas essenciais para medir o sucesso das atividades e processos realizados no setor de Recursos Humanos. 

Esses indicadores são importantes porque permitem avaliar o desempenho do RH em relação aos objetivos propostos pela empresa, bem como identificar oportunidades de melhoria e aprimoramento contínuo.

Qual a importância de monitorar indicadores de desempenho de RH?

A área de Recursos Humanos (RH) é essencial para o sucesso de qualquer empresa. 

Por isso, é importante monitorar indicadores de desempenho de RH. Eles são uma forma objetiva e clara de avaliar o trabalho dos profissionais da organização.

Além disso, os indicadores oferecem dados concretos que embasam a tomada de decisões e a construção de um RH estratégico

Assim, eles fornecem insights valiosos sobre a eficácia das políticas, práticas e programas de RH, permitindo ajustes conforme necessário.

Como reforça um estudo realizado pela consultoria McKinsey & Company, empresas com uma gestão de RH forte apresentam uma rentabilidade 3,5 vezes maior do que aquelas que têm esse foco.

Os indicadores de RH também ajudam a identificar oportunidades de melhoria em diferentes áreas, como retenção de talentos, desenvolvimento dos colaboradores, eficiência dos processos de recrutamento e muito mais. 

Com base nesses indicadores, a empresa pode implementar ações corretivas e estratégias para aprimorar a gestão de pessoas.

Quais os diferentes tipos de indicadores de RH?

Os indicadores de desempenho de RH são ferramentas essenciais para medir a performance dos colaboradores e garantir a eficiência do departamento de recursos humanos.

Existem diversos tipos de indicadores de desempenho de RH, que podem ser divididos em três categorias principais: indicadores operacionais, indicadores estratégicos e indicadores financeiros. 

Confira mais detalhes:

Indicadores operacionais 

Medem o desempenho de atividades específicas do RH, como o tempo médio de contratação e o índice de rotatividade

Indicadores estratégicos 

Avaliam o impacto das atividades do RH nas metas gerais da empresa, como a produtividade e o engajamento no trabalho

Indicadores financeiros 

Fornecem informações sobre o custo de situações como rotatividade de funcionários e contratação.

Quais os principais indicadores de desempenho de RH?

Os indicadores de desempenho de recursos humanos são cruciais para avaliar a eficácia das políticas e práticas de RH em uma empresa. Acompanhe alguns dos principais:

1 – Taxa de rotatividade de funcionários

Um dos principais indicadores é a rotatividade de funcionários, ou turnover, que mede a taxa de saída e entrada de funcionários na empresa. 

Uma alta taxa pode indicar problemas no clima organizacional, enquanto uma baixa taxa pode indicar eficácia das práticas de retenção de talentos.

Para identificar a taxa de rotatividade na empresa você precisará dividir a quantidade de colaboradores desligados pelo número de funcionários de um determinado período e multiplicar por cem:

Taxa de rotatividade % = (nº de colaboradores desligados ÷ nº de total de colaboradores) × 100

2 – Custo da rotatividade de funcionários

Além de identificar a taxa de rotatividade de funcionários na empresa, é extremamente importante saber o quanto isso custa de fato. Isso porque, constantes desligamentos geram gastos com contratação e treinamentos de novos funcionários.

O cálculo deve ser realizado levando em consideração as variações de custos dependendo da vaga.

Custo da rotatividade = custos de desligamento + custos de recrutamento e contratação + custos da redução de produtividade

3 – Absenteísmo 

Ele mede a frequência e duração das ausências dos funcionários, incluindo afastamentos, atrasos e faltas pontuais. Altos índices podem indicar problemas de saúde ou insatisfação com o trabalho. 

Para calcular o absenteísmo de um funcionário é preciso dividir o número de ausências pelo total de dias de trabalho e multiplicar por cem:

Índice de absenteísmo = (nº de ausências ÷ nº total de dias de trabalho) × 100

4 – Produtividade 

Trata-se de um indicador que mede a eficiência do trabalho realizado pelos funcionários para que seja possível avaliar a relação entre produtividade e remunerações para avaliar se os colaboradores estão recebendo salários justos pelo trabalho realizado.

No caso deste índice, contudo, não é tão simples quantificá-lo, já que a produtividade de um funcionário pode variar conforme com o modelo de negócio e as metas estabelecidas pela empresa.

Por isso, certifique-se de realizar uma avaliação de desempenho mais aprofundada, levando em conta diferentes aspectos como: 

  • Cumprimento de prazos; 
  • Qualidade das entregas;
  • Recursos utilizados;
  • Outros pontos que forem pertinentes ao cargo do funcionário em avaliação.

5 – Tempo médio de preenchimento de vagas

Este é um indicador que mede a eficiência do processo de recrutamento e seleção da empresa. É importante monitorar esse indicador para garantir que a empresa esteja contratando talentos qualificados em tempo hábil.

O cálculo deve levar em consideração a quantidade de dias entre a abertura da vaga e o início do novo colaborador.

Tempo médio para contratação = soma do nº de dias para as contratações ÷ nº de contratações consideradas

6 – Custo por contratação

Além de saber o tempo que uma contratação leva para acontecer, é importante conhecer os gastos que envolvem o processo de seleção

Para realizar o cálculo deste indicador, é necessário considerar todos os gastos envolvidos na contratação, desde anúncios até o tempo investido em entrevistas e etapas do processo.

Custo por contratação = soma dos custos de contratação ÷ nº de contratações consideradas

7 – Tempo médio de empresa

Esse indicador é capaz de ajudar a compreender o desempenho da retenção de talentos da empresa. 

Um alto tempo médio pode indicar que os funcionários estão se deparando com boas condições de trabalho oferecidas pelo local. Ainda, um baixo tempo médio pode alertar a falta de ações voltadas aos colaboradores.

Tempo médio de empresa = soma dos meses de permanência / total de colaboradores considerados

8 – Índice de diversidade

Os índices de diversidade no mercado de trabalho têm cada vez mais sido discutidos, por isso é essencial que o RH tenha dados relacionados para entender o nível de inclusão e equidade da organização, com base na proporção de diferentes grupos étnicos, de gênero, faixas etárias e outras categorias.

Para calcular, colete dados de colaboradores presentes na empresa para saber em quais categorias de diversidade eles se enquadram. Depois, compare o salário, o número de contratações e a quantidade de cargos de liderança ocupados por essas pessoas.

Assim, você irá identificar a existência de desigualdades dentro da organização e poderá avaliar a implementação de ações para trazer mais inclusão ao ambiente.

Adriana Ferreira, líder de Diversidade & Inclusão na IBM América Latina, defende no Ted Talk “Diversidade Para Inovar”, que a diversidade sozinha não traz inovação, mas que junto com outros fatores pode levar à inovação.

Confira o vídeo:

Como usar os indicadores de desempenho de RH na empresa?

Para que os indicadores de desempenho de RH sejam efetivos, é preciso saber como utilizá-los corretamente.

O primeiro passo é definir quais indicadores são relevantes para a empresa

É importante escolher aqueles que estão alinhados com os objetivos estratégicos da organização e que possam ser mensurados de forma objetiva

Outro ponto importante é estabelecer metas claras para cada indicador e acompanhar regularmente os resultados. 

É necessário ter em mente que os indicadores não devem ser usados apenas para monitorar o desempenho dos colaboradores, mas também para identificar oportunidades de melhoria e tomar decisões estratégicas

Por isso, é fundamental envolver toda a equipe de RH no processo e garantir que as informações coletadas sejam analisadas de forma criteriosa.

Conte com a orienteme para melhorar seus indicadores de RH!

A saúde e o bom desempenho no trabalho são compostos por diversos fatores, mas principalmente pelo equilíbrio emocional, nutricional e físico. Por isso, para que a sua empresa seja mais forte, ela precisa de times mais fortes e colaboradores mais fortes. 

Afinal, uma equipe desequilibrada ou doente não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Com a orienteme, a sua empresa não precisa escolher apenas um aspecto da saúde para potencializar, mas pode cuidar da sua equipe por completo.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo de indicadores estratégicos feito pela orienteme, que identificam como está a situação atual da saúde da sua empresa. 

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, e muito mais!

A partir disso, você conta com a orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso a ser tratado, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender a situação de saúde da sua empresa e promover ações assertivas.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

indicadores de rh
Leia mais

Saúde e Direitos das Mulheres no Trabalho

Obesidade: como abordar assunto no trabalho

Qual o papel do RH na prevenção das ISTs?  

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​