Qualidade de vida no trabalho

RH estratégico: o que é, benefícios e passo a passo para implantar!

Daniela Haidar Chohfi -

O RH estratégico tem crescido cada vez mais como uma tendência no mundo da gestão de pessoas, e existem diversos motivos para isso.

Se você atua com a gestão de equipes, sabe que essa área é extremamente dinâmica, por acompanhar as mudanças do mercado e, principalmente, das pessoas.

Em um mundo com tantas inovações, faz sentido filtrar quais as informações mais importantes, ainda mais quando se tratam de empresas. 

Porém, muitos profissionais de psicologia organizacional ainda sentem dificuldade em se desprender das práticas do RH tradicional e, realmente, essa mudança pode ser desafiadora, mas necessária.

É exatamente isso e muito mais que iremos esclarecer neste guia completo. Você também saberá:

  • O que é RH estratégico?
  • Quais os benefícios desse modelo;
  • Quais as diferenças entre ele e o RH tradicional;
  • Como saber se sua empresa precisa;
  • Como implantar, e mais.

Boa leitura!

O que é RH estratégico?

O RH estratégico é um modelo que destaca os colaboradores como parte estratégica da empresa. Por isso, ele baseia seu olhar e gestão em indicadores de RH, dados e informações concretas sobre a performance e resultados, por exemplo.

Por isso, com este modelo, as decisões tomadas pelo setor de recursos humanos costumam estar mais alinhadas diretamente com os objetivos do negócio.

Ainda, um RH estratégico consegue encontrar as potencialidades e pontos de melhoria da equipe e da empresa, propondo soluções assertivas de acordo com indicadores.

Esse tipo de gestão também costuma estar associado a ferramentas e outras metodologias ágeis, justamente por estar relacionada à inovação nas empresas.

Além disso, um dado interessante é que, segundo uma pesquisa feita pela plataforma Sólides, 73% dos entrevistados consideram que um RH de sucesso é aquele que consegue ser mais estratégico e aliar suas ações a dados

Esse tipo de percepção só reforça ainda mais a validade dessa tendência entre o setor de gestão de pessoas.

Leia também: Síndrome de Burnout: o que é, causas, sintomas e muito mais

Quais os benefícios do RH estratégico?

O RH estratégico é capaz de envolver a área de gestão de pessoas nas decisões ativas do mercado. 

Isso porque, ela é a mais preparada para saber qual a capacidade produtiva dos colaboradores, onde investir esforços de desenvolvimento e outros pontos importantes.

Assim, é possível ampliar a visão estratégica do negócio e garantir maiores resultados ao impulsionar seu principal capital: as pessoas. Além disso, outros benefícios desse modelo são:

Processos mais ágeis

Com indicadores e metas claras, é mais fácil identificar as necessidades, gargalos e pontos de melhoria dentro dos processos da empresa.

Essa abertura à inovação também ajuda a trazer novidades e tendências para os processos da organização, o que a ajuda a superar desafios e ser mais ágil, ficando, até mesmo, à frente do mercado.

Redução de turnover

Uma empresa bem estruturada passa mais segurança aos colaboradores e também costuma ter menos conflitos, o que ajuda a diminuir o turnover (rotatividade).

A empresa também identifica as maiores tendências em relação ao recrutamento e experiência do colaborador, por exemplo, o que ajuda a atrair talentos e aumentar a popularidade da marca.

Previsão de desafios e tendências

Um RH estratégico está sempre conectado aos movimentos do mercado de trabalho e de seu segmento. 

Por isso, ele pode prever necessidades e tendências, o que colabora com o senso de inovação da empresa e a ajuda até mesmo a navegar entre eventuais crises de modo mais assertivo.

Esse também é um fator que ajuda a fornecer mais segurança psicológica para a equipe.

Resultados orientados a dados

As métricas, como mencionamos, ajudam o RH a ter certeza sobre a equipe e seus resultados. 

Com acompanhamento constante, é possível ter certeza sobre quais são os principais pontos de retorno da equipe, qual seu nível de performance e, assim, além de ser possível prever os resultados com mais certeza.

o que é gestão de pessoas

Entenda já como a orienteme pode ajudar você a ter um RH mais estratégico a uma equipe mais saudável.

RH tradicional x RH estratégico: quais as diferenças?

Você pode estar se perguntando: será que o RH tradicional e o RH estratégico são tão diferentes assim?

O RH tradicional segue um “modus operandi” padrão. Ele fica mais preso às questões burocráticas e também tem:

  • Modelos mais tradicionais e distantes da digitalização;
  • Foco nas relações e processos cotidianos;
  • Ações mais separadas umas das outras;
  • Olhar mais voltado aos desafios e resultados a curto e médio prazo.

Já o RH estratégico, além de estar alinhado com dados, preza por:

  • Utilização de ferramentas mais ágeis;
  • Análise de dados constante;
  • Estratégia de curto, médio e longo prazo, com um planejamento mais holístico;
  • Análise das relações internas e externas na empresa;
  • Incentivo à liderança situacional.

Como saber se a minha empresa precisa? 3 sinais que podem indicar a necessidade de um RH estratégico

A mudança de um RH tradicional para o modelo de RH estratégico pode ser bastante benéfica e necessária para as empresas, especialmente se:

Existem muitos desligamentos

Uma empresa com alta rotatividade fica mais vulnerável por diversos motivos.

Um deles é a falta de resultados concretos, já que o time está em constante mudança e não há tempo para os colaboradores amadurecerem e contribuírem de maneira efetiva com os resultados.

Também é possível que projetos e estratégias fiquem estagnados, pela falta de pessoas para conduzi-los.

Assim, essa situação só se agrava na falta de um RH estratégico, pois pode ser mais difícil identificar os motivos pelos quais a organização está perdendo talentos.

RH sem dados

Sem indicadores de RH, o setor fica perdido em relação à real situação da performance e outros pontos delicados da empresa. Isso porque, para ter sucesso com a gestão de pessoas, é preciso ter dados claros sobre informações como:

  • Níveis de saúde da empresa;
  • Engajamento e satisfação do time;
  • Níveis de produtividade;
  • Taxa de sinistralidade;
  • Absenteísmo, entre outros.

Equipe desengajada

Uma equipe desengajada indica diversos possíveis prejuízos para a organização, mas principalmente para os objetivos do RH.

Sem dados concretos, é difícil reparar esse ponto e impulsionar os resultados da empresa.

Para aprofundar o assunto, em seu TED, Claudio Pinheiro detalha mais como o mundo do trabalho será transformado pela análise de dados.

Como ser um RH estratégico? 4 dicas para implantar

O dia a dia de um RH estratégico está sempre acompanhado da atenção para as tendências e novidades do mercado. 

Porém, o trabalho de implantar esse modelo de gestão pode começar a gerar resultados na empresa e ser eficiente ao aplicar algumas dicas, como:

1 – Amplie a sua visão estratégica

Como uma estrutura completa, é importante entender como todas as áreas da empresa estão conectadas e funcionam entre si.

Afinal, é pela performance individual que a organização alcança resultados coletivos, certo?

Por isso, o primeiro passo para se tornar um RH estratégico é mapear os atuais processos da sua empresa, cargos, planos de carreira, atividades desempenhadas, entre outros, para avaliar sua eficiência e possibilidades de evoluir.

Assim, será mais fácil entender por onde começar a incrementar a estratégia.

2 – Se guie por indicadores

Para implementar o RH estratégico, é preciso definir prioridades baseadas em dados. Portanto, os principais indicadores para acompanhar nesse sentido são:

  • Absenteísmo: esse indicador mede a frequência de faltas dos colaboradores no trabalho, ajudando a entender quanto de resultados a empresa está perdendo com esse fator;
  • Sinistralidade: define a relação entre o custo por acionar o plano de saúde (sinistro) e o valor que a operadora do plano recebe da sua empresa (prêmio). A partir dele, também é possível ter noção sobre a saúde geral dos colaboradores e principalmente os valores que essa situação representa para a empresa;
  • Turnover (rotatividade): mede a quantidade de funcionários que entram e saem da organização em determinado período, ajudando a entender como está a retenção de talentos dela;
  • Número de acidentes no trabalho e afastamentos: esse é um indicador importante e que pode ser cruzado com o absenteísmo e sinistralidade para identificar problemas, por exemplo. Ele ajuda a medir problemas relacionados à saúde e segurança no trabalho.
  • Desempenho/produtividade: mensura como está a performance do time, o que é essencial no momento de determinar objetivos e resultados.

Esses são apenas alguns dos indicadores que podem fazer parte da sua estratégia, podendo ser agregados com outros cada vez mais avançados.

3 – Fortaleça a cultura e o clima organizacional

Ao implantar um sistema de gestão de pessoas mais voltado a dados, é preciso que a cultura e o clima organizacional acompanhem essa mudança e reforcem sua relevância.

Como falamos, sem um time engajado e comprometido com a empresa, as estratégias do setor de RH também podem ser comprometidas.

Algumas maneiras de fortalecer a cultura e o clima organizacional são:

  • Reforçar a importância da qualidade de vida no trabalho;
  • Reconhecer o time e suas conquistas;
  • Compartilhar metas individuais e coletivas;
  • Oferecer benefícios alinhados com as prioridades da equipe;
  • Treinar lideranças, entre outros.

4 – Se mantenha atualizado em relação às ferramentas e inovações

Como você já deve ter percebido pelas informações anteriores, o RH estratégico deve contar com as melhores ferramentas e parceiros para ter sucesso.

Até por conta das próprias características deste modelo, é esperado que ele conte cada vez mais com tecnologias avançadas capazes de cruzar diversos dados.

Portanto, é preciso fazer o exercício de desapegar-se dos antigos métodos, como planilhas e documentos, e começar a migrar e buscar as melhores tecnologias.

De tempos em tempos, o RH estratégico evolui cada vez mais, e você também deve. Por isso, não deixe de continuar consumindo conteúdos de relevância, como esse.

Porém, se quiser começar já a sua jornada para ser um RH mais estratégico, saiba que podemos ajudar.

Isso porque, a orienteme, como uma plataforma de gestão de saúde corporativa, conta com dados e indicadores próprios, feitos para ajudar você a ter uma estratégia assertiva ao lidar com a gestão de pessoas.

A orienteme é capaz de mapear, entre outros, os níveis de saúde emocional, nutricional e física da sua empresa, identificando casos de risco, equipes mais desequilibradas e outros problemas que podem prejudicar o sucesso dos seus colaboradores.

Com esses dados, ajudamos você a traçar planos de curto, médio e longo prazo, e, ao mesmo tempo, oferecemos atendimento individualizado com profissionais de psicologia, nutrição e orientação física para cada um dos seus colaboradores.

A partir disso, você consegue ter assertividade nas decisões e recebe um portal cheio de outras informações capazes de transformar a sua rotina como RH, e muito.

Confira a nossa página para empresas para conhecer todo o potencial da nossa solução.

A orienteme é a melhor parceira para um RH mais estratégico e uma empresa mais saudável!

A saúde e o bom desempenho no trabalho são compostos por diversos fatores, mas principalmente pelo equilíbrio emocional, nutricional e físico. Por isso, para que a sua empresa seja mais forte, ela precisa de times mais fortes e colaboradores mais fortes. 

Afinal, uma equipe desequilibrada ou doente não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Com a orienteme, a sua empresa não precisa escolher apenas um aspecto da saúde para potencializar, mas pode cuidar da sua equipe por completo.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo de indicadores estratégicos feito pela orienteme, que identificam como está a situação atual da saúde da sua empresa. 

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, e muito mais!

A partir disso, você conta com a orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso a ser tratado, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender a situação de saúde da sua empresa e promover ações assertivas.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

indicadores de rh

Mais sobre Saúde Ocupacional

Importância de treinamentos sobre gerenciamento de estresse para equipes

Atuação estratégica do RH pode evitar transtornos mentais relacionados ao trabalho

Doenças mentais incapacitantes para o trabalho

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​