Qualidade de vida no trabalho

Engajamento no trabalho: qual a importância e como promover (dicas práticas)

Daniela Haidar Chohfi -

O engajamento no trabalho é essencial para fortalecer a cultura organizacional das empresas e seus resultados.

Afinal, sem uma equipe engajada, a empresa vira vulnerável a diversos riscos, uma vez que é o trabalho do time que sustenta todos os seus processos.

Ainda, de acordo com uma pesquisa da Gallup, colaboradores engajados são 17% mais produtivos e apresentam 41% menos taxas de absenteísmo.

Portanto, uma organização com colaboradores desengajados pode até sobreviver, mas não performará com sua total capacidade

Entretanto, sabemos que promover o engajamento de equipes não é um trabalho simples. Por isso, preparamos este artigo completo para você compreender o que é o engajamento no trabalho e também:

  • O que pode afetar essa percepção;
  • Qual a diferença entre engajamento e motivação no trabalho;
  • Qual a importância de um bom engajamento;
  • 5 sinais de uma equipe desengajada;
  • Como medir esse indicador;
  • Como aumentar essa percepção entre os colaboradores;
  • Como cuidar do engajamento de equipes remotas, e mais!

Boa leitura!

O que é engajamento no trabalho?

O engajamento no trabalho é um importante indicador que revela o nível de comprometimento e motivação dos colaboradores com suas tarefas e resultados. 

Assim, uma equipe engajada é mais feliz e satisfeita no dia a dia. Também realiza suas atividades prezando por um alto padrão de entrega e uma performance elevada.

Para as empresas, o ideal é sempre ter profissionais engajados. Isso porque, eles se identificam mais com o propósito do negócio e estão dispostos a se superar e evoluir com o negócio.

Inclusive, é de conhecimento de muitos profissionais de psicologia organizacional que um dos segredos das equipes de sucesso é o alto engajamento, exatamente por seu comprometimento e vontade de fazer acontecer. 

Uma pesquisa publicada pela Harvard Business Review Analytics Services só reforçou esse conceito, ao constatar que o engajamento de funcionários é um dos fatores críticos para o sucesso de uma organização.

O que pode afetar o engajamento no trabalho?

O engajamento no trabalho é composto por diversos fatores. Esses pontos podem afetar os colaboradores de maneiras diferentes, dependendo até mesmo dos seus perfis comportamentais e valores próprios.

Porém, é fato que, quanto mais equilibrada a empresa for nesses sentidos, mais resultados de engajamento de equipes terá.

Assim, algumas circunstâncias que devem ser observadas na empresa e podem afetar o engajamento no trabalho são:

  • Circunstâncias de trabalho, como equipamentos e ferramentas necessárias;
  • Autonomia fornecida;
  • Baixo senso de segurança psicológica;
  • Flexibilidade;
  • Senso de propósito da empresa;
  • Cultura organizacional;
  • Tipo e qualidade da liderança;
  • Comunicação ruim;
  • Pouco trabalho em equipe;
  • Faltas de feedback;
  • Remuneração inadequada;
  • Poucos benefícios voltados à qualidade de vida, entre outros.

E é por isso que o engajamento no trabalho, além de ser prioridade para as empresas, deve ser um trabalho construído um passo por vez, todos os dias.

Mais à frente, te explicaremos como.

Qual a diferença entre engajamento e motivação no trabalho?

A motivação pode ser definida como a energia que move a pessoa a fazer algo. Porém, para se manter ativa, também precisa de constante estímulo.

Já o engajamento é mais uma questão de relacionamento e conexão. Isso porque, uma pessoa engajada consegue ter mais disposição no dia a dia, mesmo em momentos em que sua motivação não esteja tão alta.

Isso acontece exatamente porque ela é guiada por seu propósito, o que a ajuda a manter o foco no objetivo.

Qual a importância de um bom engajamento no trabalho?

Garantir o engajamento da equipe ajuda a empresa a ter resultados constantes. Isso porque, como falamos, colaboradores engajados estão dispostos a dar o seu melhor no dia a dia.

Dessa forma, a evolução deles impacta a empresa diretamente. No fim, os dois crescem juntos.

Ainda, é possível prevenir diversos problemas, até mesmo doenças ocupacionais, como a Síndrome de Burnout, ao garantir um ambiente de trabalho saudável, que engaja seus colaboradores.

Por isso a importância de ter essa tarefa como prioridade. Além disso, existem diversos outros benefícios, também associados à construção de um RH estratégico.

Por exemplo, alguns resultados que reforçam a importância do engajamento no trabalho são que esse conceito colabora com:

  • Crescimento acelerado para empresa e equipe;
  • Maior produtividade;
  • Reforço de marca no mercado;
  • Diminuição do absenteísmo;
  • Menos conflitos no trabalho;
  • Melhoria constante de processos e resultados;
  • Gestões mais colaborativas;
  • Redução de níveis de estresse e ansiedade.

E, principalmente, um dos maiores resultados é a permanência do time na organização.

 Isso porque, as empresas de alta rotatividade teriam 59% menos rotatividade se tivessem colaboradores engajados, segundo um estudo da Gallup.

Mas ainda é preciso reconhecer que o engajamento de equipes ainda é um desafio em todo o mundo.

Aumente o engajamento e a motivação da sua equipe com o melhor benefício corporativo de saúde para a sua empresa

5 sinais de falta de engajamento

A análise sobre o comportamento organizacional e os indicadores de RH da empresa são chave para determinar altos níveis de desengajamento, o que pode colocar a empresa em alerta.

E essa deve ser uma prioridade, como reforça outro dado da Gallup, que mostra que o baixo envolvimento dos colaboradores em escala mundial causa a perda de US$ 7 trilhões em produtividade.

Ainda, outros sinais que podem destacar o problema são:

5 sinais de falta de engajamento no trabalho
1 - Alta rotatividade

2 - Processos lentos

3 - Baixa atração de talentos

4 - Problemas de relacionamento entre equipes

5 - Baixa produtividade do time

1 – Alta rotatividade

As altas taxas de rotatividade (também conhecido como turnover) são um dos principais indicadores de que a empresa não está conseguindo motivar e engajar seus funcionários.

Isso porque, ao ter muitas saídas da empresa (voluntárias ou não), a organização perde em resultados e na agilidade de projetos.

Ainda, se as pessoas não permanecem na empresa e crescem com ela, é de extrema importância analisar o porquê, que comumente está ligado também ao engajamento.

2 – Processos lentos

Sem o engajamento no trabalho, alguns colaboradores podem se acostumar a fazer o “mínimo” no dia a dia.

Por conta disso, a empresa perde em inovação, na condução de projetos e na proposta de melhorias.

3 – Baixa atração de talentos

Quando uma organização não trabalha em seu engajamento de equipes, pode ficar com uma reputação ruim no mercado.

Sendo assim, ela acaba atraindo menos talentos e, inclusive, perdendo grandes profissionais com frequência.

4 – Problemas de relacionamento entre equipes

Um ambiente com alto desengajamento colabora com altos níveis de estresse no trabalho

Assim, esse fator também faz com que possam acontecer maiores conflitos entre as equipes, já que os colaboradores não se sentem felizes e satisfeitos em suas funções.

5 – Baixa produtividade do time

Por fim, um dos maiores sinais de que o engajamento no trabalho precisa melhorar são as baixas taxas de produtividade. Em ambientes assim, hábitos de produtividade tóxica também podem surgir.

Isso porque, esse é um fator que está diretamente ligado à motivação diária da equipe, como comentamos. Sem ele, sua saúde emocional pode ser afetada e assim, a realização das tarefas no dia a dia.

Você sabe qual o custo da saúde
emocional para sua empresa?

Como medir o engajamento na empresa?

Existem algumas estratégias que permitem medir o engajamento na empresa.

O ideal é que o departamento de RH sempre monitore esse indicador, tentando identificar eventuais motivos de altas e baixas.

Assim, uma das ferramentas que pode ajudar nesse processo é o NPS (Net Promoter Score). É um sistema que ajuda a identificar a fidelidade e satisfação do colaborador a partir de critérios aos quais ele pode determinar uma nota de 1 a 10.

Algumas perguntas que fazem parte de um questionário de NPS, por exemplo, são:

  • Qual é a probabilidade de você recomendar esta empresa para um amigo ou colega?
  • De 1 a 10, quão satisfeito você está na sua função?
  • De 1 a 10, como você avalia seu relacionamento com o seu líder?
  • Em uma escala de 1 a 10, quão satisfeito você está com a sua remuneração e política de benefícios?

Esse é um tipo de pesquisa que pode ser feita anonimamente e por formulários online, que também podem ajudar a agrupar as respostas de maneira estratégica.

Além disso, feedbacks constantes, uma boa comunicação e até mesmo pesquisas de clima organizacional podem ajudar a entender melhor qual a situação do engajamento no seu ambiente de trabalho.

Essas trocas também permitem ouvir direto da equipe o que pode ser melhorado.

Como aumentar o engajamento no trabalho: 6 ações eficientes

Como introduzimos acima, a construção de um melhor engajamento no trabalho conta com estratégias e ações diárias. Ao pensar nesse conceito, é importante entender que a mudança acontece ao aplicar uma visão de curto, médio e longo prazo a esse projeto.

A seguir, separamos algumas ideias eficientes para realmente aumentar o engajamento do seu time.

1 – Ofereça formas de desenvolvimento

Um dos principais pontos que colaboram com o desengajamento é a falta de reconhecimento e o sentimento de “estagnação”.

Por isso, uma ótima iniciativa para empresas é oferecer programas de treinamento e desenvolvimento a seus colaboradores.

Inclusive, o investimento inicial não precisa ser alto. É possível contar com a própria equipe, começando pela liderança, para compartilhar conhecimentos adquiridos na carreira. Com o tempo, a ação pode evoluir e ser incrementada.

Essa é uma forma de valorizá-los e ajudá-los a evoluir pessoal e profissionalmente, o que é benéfico de diversas formas.

2 – Tenha planos de carreira adequados

Estruturar bons planos de carreira ajuda a equipe a visualizar qual será a previsão da evolução dela na empresa, o que contribui para o engajamento e a motivação.

Por isso, tire um tempo para avaliar se os planos de carreira atuais realmente permitem que a equipe enxergue possibilidades de evolução. Sem isso, é capaz que a sua empresa perca grandes talentos para o mercado.

Também é válido estudar quais dos diversos tipos de planos de carreiras mais se adequam à sua equipe e a cada cargo específico. 

No setor de RH, a atualização constante é chave!

3 – Crie programas de reconhecimento profissional

Os programas de reconhecimento profissional são boas opções para valorizar o trabalho do time de maneira constante.

Como são baseados em performance e em entregas, eles também ajudam no engajamento no trabalho, ao motivar os colaboradores.

4 – Melhore a comunicação

Uma boa comunicação é essencial para o sucesso de todos os processos da empresa. Portanto, não seria diferente com o engajamento da equipe.

Manter uma comunicação adequada na empresa ajuda a simplificar tarefas, evitar erros e contribuir com a satisfação no dia a dia, além de diminuir sintomas de estresse e ansiedade.

Algumas ações que podem ajudar a melhorar a comunicação são:

  • Implementar a comunicação assertiva;
  • Abra espaço para feedbacks constantes;
  • Unificar a comunicação interna em um sistema ou meio;
  • Valorize a segurança psicológica.

5 – Foque na qualidade de vida no trabalho

Ao focar na qualidade de vida no trabalho, a empresa valoriza o colaborador e contribui para que ele consiga aumentar a sua performance e resultados.

Isso porque, ao colaborar com o bem-estar na empresa, é possível ter colaboradores mais felizes e satisfeitos, além de mais saudáveis e dispostos. 

Na verdade, esse é um dos pontos-chaves de empresas com funcionários bem engajados, e uma tendência que só cresce.

Para promover esse conceito, você pode implementar um programa de qualidade de vida na sua empresa, que traz diversos benefícios.

Você também pode contar com parceiros estratégicos, como a orienteme.

Como uma plataforma de gestão de saúde corporativa, somos especialistas em montar programas de qualidade de vida efetivos para as organizações.

Isso porque, concentramos toda a saúde da sua empresa em uma única solução, ao oferecer psicologia, nutrição e orientação física para a sua população.

Também ajudamos o seu RH a ser mais estratégico, ao mapear a atual situação da saúde do seu time por meio de indicadores estratégicos, e oferecer a solução certeira para cada caso, com acompanhamento e ferramentas exclusivas.

Assim, seu time ganha oportunidades de desenvolvimento, com o aumento da satisfação no dia a dia, ao mesmo tempo em que cuida da saúde de forma integral.

E esse é só o começo. Acesse a nossa página para empresas e saiba mais.

clima organizacional

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

6 – Comemore as conquistas e ofereça uma cultura de apoio aos desafios

Uma equipe engajada sabe que pode contar com o apoio dos colegas. Para manter o sentimento de motivação vivo, é importante sempre comemorar e reconhecer o trabalho do time.

Isso porque, lembrá-lo que suas tarefas ajudam a construir um propósito maior, ao mesmo tempo em que trazem satisfação pessoal, é de extrema importância.

Engajamento no trabalho remoto: o que fazer

O fortalecimento da cultura e do clima organizacional, além de uma comunicação assertiva, são chave para manter o engajamento no trabalho remoto.

Além disso, é preciso alinhamento e estratégia principalmente por parte da gestão, que deve aplicar ações, como:

  • Feedbacks individuais com frequência;
  • Organização dos canais de comunicação;
  • Processo de onboarding efetivo e humanizado;
  • Respeito em relação a horários de trabalho;
  • Reconhecimento de diversas maneiras;
  • Reuniões e alinhamentos com foco em conexão;
  • Fortalecimento dos pilares da cultura da empresa.

Conte com a orienteme para impulsionar o engajamento da sua empresa!

O engajamento no trabalho depende de diversos fatores. Entre eles, os níveis de saúde da equipe, que são impulsionados pelos benefícios oferecidos e pelas ações aplicadas internamente.

E, por isso, reforçamos que o RH não deve lidar com essa tarefa sozinho.

Acreditamos que pessoas conectadas a si mesmas se tornam mais fortalecidas em todas as áreas de suas vidas.

Por isso, nós fornecemos os melhores profissionais, conteúdos e recursos para ajudá-las a conquistar, equilíbrio  saúde e a alta performance em todos os pontos.

Com a orienteme, a sua empresa não precisa escolher apenas um aspecto da saúde para potencializar, mas pode cuidar da sua equipe por completo.

Ao contratar a nossa plataforma de gestão de saúde corporativa para sua empresa, os colaboradores  ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo feito pelos indicadores estratégicos da orienteme, que identificam como está a situação atual da sua empresa. 

Além de conteúdos exclusivos feitos pela orienteme, exercícios de mindfulness e meditação. 

Sabemos como ajudar você e o seu RH a superarem seus desafios e terem colaboradores mais fortes, times mais fortes e, assim, uma empresa que atinge todo seu potencial.

Gostou das nossas soluções, mas deseja conhecê-las melhor? Agende uma demonstração para você entender como podemos ajudar a sua empresa!

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

indicadores de rh
Leia mais

Saúde e Direitos das Mulheres no Trabalho

Obesidade: como abordar assunto no trabalho

Qual o papel do RH na prevenção das ISTs?  

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​