Como lidar com a depressão no ambiente de trabalho?

depressao-no-trabalho

A depressão no trabalho representa a segunda maior causa de afastamento profissional. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o segundo país das Américas com o maior número de casos de depressão, perdendo apenas para os Estados Unidos. E as restrições durante a pandemia, somadas à insegurança, o medo e o isolamento social não ajudaram no combate à doença. Uma pesquisa da USP feita em 11 países mostrou que o Brasil é o campeão em casos de ansiedade e depressão. 

Os casos de depressão no trabalho também aumentaram vertiginosamente, pois a adaptação a uma nova rotina, as dificuldades de relacionamento e a pressão constante para obter resultados deixou os colaboradores mais inseguros e ansiosos. 

Para entender mais sobre o assunto e aprender a identificar e a lidar com essa doença cada vez mais presente na vida dos profissionais, preparamos esse texto. Saiba mais.

Entendendo a depressão no trabalho

A depressão é uma doença relacionada à produção de neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar e prazer. Muitas pessoas não conseguem identificar a depressão, confundindo-a com um episódio de tristeza, porém o transtorno provoca apatia, falta de vontade de fazer atividades cotidianas e perda de interesse geral, diminuindo o ritmo e dificultando a rotina. 

No trabalho, a depressão pode impactar negativamente o rendimento profissional, a interação com os colegas e a performance, por isso, o desenvolvimento do autoconhecimento é importante para conseguir distinguir um período difícil de algo mais grave.  

Outras situações bastante comuns no ambiente corporativo também podem prejudicar o dia a dia do profissional, desencadeando a depressão, como:

A depressão no trabalho geralmente é desencadeada por períodos de estresse, rotina exaustiva, sem pausas para fazer atividades que deem prazer, pressão por resultados, medo de perder o emprego ou mudanças constantes. Diferentemente de um sentimento negativo, a depressão no trabalho costuma se prolongar por longos períodos e tende a se agravar se o indivíduo não promover mudanças na sua rotina. 

Quais são os sintomas da depressão no trabalho?

insônia é sintoma de depressão

Assim como ocorre com outras doenças, os sintomas da depressão no trabalho podem variar dependendo do estágio em que o profissional se encontra. Casos mais graves podem reverberar em outras esferas da vida, como no âmbito familiar e social. Além disso, profissionais que acumulam funções ou que têm mais de um trabalho tendem a desenvolver quadros mais complexos, devido ao excesso de tarefas. 

Dentre os principais sintomas de depressão no trabalho, estão:

  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Apatia
  • Agressividade
  • Dificuldade de concentração
  • Procrastinação
  • Crises de choro ou de ansiedade
  • Alterações no apetite
  • Dificuldade para tomar decisões
  • Disfunções hormonais
  • Sentimento de culpa

Como perceber os sintomas de depressão no trabalho?

É importante afirmar que nem todas as pessoas diagnosticadas com depressão têm todos os sintomas, e, muitas vezes, alguns deles podem ser confundidos com um momento ruim ou uma fase mais difícil. Por isso, é fundamental desenvolver o autoconhecimento para entender e diferenciar um episódio depressivo de um quadro mais grave. 

Também vale mencionar que a depressão se manifesta de formas diferentes em cada indivíduo, por isso, o tratamento deve ser individualizado e o diagnóstico deve ser obtido após uma consulta com um especialista. 

O que você deve fazer assim que tiver o diagnóstico sobre depressão?

O diagnóstico de depressão nem sempre é fácil de se aceitar, contudo, quanto antes você iniciar o tratamento, melhor. O primeiro passo é buscar ajuda profissional. Um médico psiquiatra pode fazer o diagnóstico entendendo a gravidade do caso e, se necessário, iniciar um tratamento com medicação. Além disso, ele também vai avaliar a necessidade de um afastamento temporário do trabalho. 

O próximo passo é buscar tratamento psicológico. Apesar de o remédio ajudar no combate aos sintomas e promover uma melhora, a depressão é uma doença que pode voltar caso o gatilho apareça. Na terapia, você vai desenvolver o autocontrole, o autoconhecimento e  vai entender a razão pela qual a depressão surgiu.  

Além disso, existem pequenas estratégias que podem melhorar o sofrimento diante do quadro de depressão no trabalho. São mudanças que trazem uma sensação maior de controle e que, consequentemente, auxiliam no bem-estar. 

Faça pequenas pausas: a rotina do trabalho é estressante e acaba fazendo com que você se esqueça de coisas simples, como beber água ou ir ao banheiro. Lembre-se de que cinco minutos para respirar, caminhar ou fazer carinho no seu pet não farão diferença para a sua entrega, mas, com certeza, trarão mais qualidade de vida para o seu dia a dia. 

Use a agenda corporativa: além de incluir reuniões, marque na sua agenda a sua pausa para o almoço e um horário limite para trabalhar. Incentive os seus colegas e gestores a fazerem o mesmo. Também reserve períodos sem reuniões para priorizar as demandas.  

Comece o seu dia organizando as demandas: imprevistos acontecem e podem mudar o seu dia por completo, contudo, ao deixar de elencar as entregas, você pode ter a impressão errada de que não existe prioridade. Prometa prazos possíveis e entenda o seu ritmo. E se não souber o que priorizar, peça ajuda ao seu time ou ao seu gestor. 

Saiba pedir ajuda: uma pessoa com depressão precisa ter apoio, seja dos seus familiares ou dos seus  colegas de trabalho. Por isso, não hesite em levantar a mão caso esteja passando por uma crise ou se tem alguma dificuldade. Cada pessoa tem um ritmo e uma evolução próprios e os problemas podem surgir em qualquer momento. 

Não tenha medo de mostrar suas vulnerabilidades: a pandemia e o isolamento social mudaram radicalmente a forma como as pessoas enxergam as relações de trabalho. Aceitar suas vulnerabilidades e mostrá-las para os seus colegas de trabalho não fará de você um profissional pior. A depressão no trabalho é mais comum do que se imagina e compartilhar essa experiência ruim pode abrir portas para tornar o ambiente corporativo mais humanizado e acolhedor. 

Não se esqueça, a saúde mental é tão importante quanto a saúde física e ela também precisa ser priorizada para que o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal se mantenha saudável. 

Quais as formas de ajudar seus colaboradores a tratar a depressão?

Aceitar que a depressão é uma doença que afeta cada vez mais colaboradores é o primeiro passo para ajudar um profissional em sofrimento. A depressão no trabalho é uma doença que merece atenção e acolhimento do RH assim como qualquer outra. Muitos funcionários ainda se sentem inseguros para abordar o tema por medo de serem estigmatizados. 

É preciso enxergar valor no cuidado com a saúde mental. Investir em conhecimento sobre o tema, treinar gestores para lidar com possíveis casos de depressão em suas equipes e tratar do tema, em geral, de forma humanizada também são atitudes importantes para ajudar a desmistificar a depressão no trabalho. 

A cultura organizacional, quando bem estruturada, pode ajudar a atenuar o desenvolvimento de novos casos e diminuir o absenteísmo. Garantir que todos possam expressar suas ideias, criar um canal aberto para que o colaborador se sinta ouvido e incentivar feedbacks constantes são algumas medidas que podem oferecer um ambiente de trabalho mais saudável. 

Além disso, oferecer um programa de qualidade de vida no trabalho para os colaboradores, com foco no equilíbrio entre o trabalho e a saúde mental pode promover a melhora das relações interpessoais, além de auxiliar na percepção de mudanças de comportamento que podem indicar quando algo não vai bem, evitando o agravamento de casos. A terapia online é uma ferramenta poderosa para aliviar a pressão do dia a dia, tornando as relações mais empáticas.

A plataforma OrienteMe oferece além da terapia online uma série de outros benefícios, como dicas de meditação e respiração, fundamentais para dar equilíbrio à rotina de pressão e de muitas demandas, além de indicadores para que os RHs avaliem a saúde mental do time e a sua evolução.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Continue lendo

E-BOOK GRATUITO

Como o Feedback pode transformar as relações na sua empresa.