Orienteme Saúde Ocupacional e Bem Estar corporativo

Qualidade de vida no trabalho

Planejamento estratégico de RH: como fazer em 5 passos e ter resultados!

Daniela Haidar Chohfi -

Para os profissionais de psicologia organizacional, muitas vezes, o planejamento estratégico de RH pode se apresentar como um desafio. Porém, ele deve ser visto como uma oportunidade.

Como disse Peter Drucker, conhecido como o ‘pai da administração’:

O planejamento é um instrumento para raciocinar agora sobre os trabalhos e ações que serão necessários hoje para merecermos um futuro. O produto final do planejamento não é a informação: é sempre o trabalho”.

Assim, preparamos este artigo completo para você entender como fazer um planejamento estratégico de RH certeiro e que ajude a sua equipe como uma ferramenta efetiva no dia a dia.

Você saberá mais sobre:

  • O que é planejamento estratégico de RH;
  • Para o que serve;
  • Quais são suas bases;
  • Erros comuns para evitar nesse processo;
  • Passo a passo para construir seu plano de ação estratégico de RH, e mais.

Acompanhe!

O que é planejamento estratégico de RH?

O planejamento estratégico de RH pode ser definido como um documento que prevê as ações necessárias para melhorar os processos e resultados da empresa em certo período de tempo.

Assim, com ele, é possível organizar quais serão as bases e ações do RH para evoluir enquanto setor e ajudar cada vez mais os colaboradores e áreas.

Por isso, é comum que os profissionais ligados à gestão de pessoas construam planos de ação estratégicos com foco para o período de um ano. 

Esses planejamentos, então, incluem ações que podem ser medidas e farão diferença a curto e médio prazo também.

Com um planejamento estratégico de RH, é possível definir objetivos que serão alcançados com ações planejadas, como:

  • Melhorar os processos de recrutamento e seleção;
  • Diminuir o turnover e aumentar o engajamento;
  • Aprimorar os planos de carreira;
  • Criar um programa de desenvolvimento de líderes;
  • Aumentar a produtividade e o clima organizacional.

Também fica mais fácil medir os resultados e organizar a agenda para que todas as demandas do setor sejam cumpridas seguindo as ações propostas.

Para que serve o planejamento estratégico de RH?

Como o próprio nome já introduz, o planejamento estratégico de RH é essencial para fazer com que o setor de RH seja mais estratégico e assertivo em suas ações.

Isso porque, ele permite fazer uma análise completa sobre a situação da organização.

A partir disso, o RH consegue ter mais previsibilidade sobre os passos que serão necessários para alcançar os objetivos.

Quais são as bases do planejamento estratégico de RH?

Para te ajudar a entender mais sobre o propósito do planejamento estratégico de RH, uma análise sobre suas bases pode ajudar.

Dessa forma, também fica mais fácil imaginar como você pode aproveitar essa ação para a sua empresa.

Visão estratégica

Ao iniciar esse plano de ação estratégico de RH, é preciso ter objetivos em mente. 

Isso porque, o planejamento estratégico de RH nada mais é do que um documento com o passo a passo que vai permitir com que a área de recursos humanos alcance certas metas.

Por isso, tenha a visão estratégica como base. Para ser assertivo em suas ações, pergunte-se:

  • Qual a prioridade dessa ação?;
  • Quais são os resultados esperados?;
  • Por que isso é importante para a empresa?.

Análise de dados

Um planejamento estratégico anda lado a lado aos indicadores de RH.

Seja em seu planejamento, consolidação ou execução, esses dados permitem com que você tenha parâmetros claros sobre as suas ações.

Portanto, se esse ainda não é um foco, tire um tempo para estudar mais sobre o assunto e analisar quais são os indicadores mais úteis para a sua empresa.

Até porque, o cenário do people analytics, ou seja, análise de dados voltada às pessoas, está em crescimento no Brasil.

Segundo um relatório conduzido pela Deloitte, 71% dos entrevistados consideram que a prática de People Analytics é vista, em âmbito global, como importante ou muito importante para o sucesso das empresas, colocando-a como a oitava principal tendência apontada.

Inclusive, a orienteme ajuda os RHs a mapear indicadores exclusivos relacionados à saúde, performance e desenvolvimento dos colaboradores. Tudo isso é feito mantendo o anonimato de cada pessoa e ainda proporcionando dados estratégicos ao RH.

Conheça nosso Portal Corporativo para saber mais.

Foco no desenvolvimento de equipes

No fim, como grande parte das ações planejadas tem como foco a melhoria contínua do time, é importante priorizar esse ponto no planejamento estratégico de RH.

Mesmo que algumas atividades envolvem a melhoria de processos e até mesmo da qualidade do clima organizacional, é essencial lembrar que, no final do dia, esses esforços refletem no trabalho da equipe.

Em seu TED sobre o assunto, Andrés Barreto expande a discussão sobre o assunto ao abordar como a América Latina pode aproveitar seu maior ativo: os recursos humanos. Vegendas em português, se necessário.

Busca por inovação

O planejamento estratégico de RH também é uma oportunidade para inovar e explorar. 

A partir dele, o setor de recursos humanos consegue evoluir no dia a dia e ter mais eficiência, acumulando diversas experiências para próximas ações parecidas.

4 erros comuns para evitar ao fazer um planejamento estratégico de RH

Antes de seguirmos para o passo a passo de como fazer um planejamento estratégico de RH eficiente, é importante revisarmos erros comuns que podem ser evitados.

Assim, ao tirar esses obstáculos do caminho, é possível obter ainda mais sucesso com o seu plano de ação.

1 – Não definir metas a curto, médio e longo prazo

Principalmente para quem está construindo o planejamento pela primeira vez, pode ser difícil imaginar quão extenso ele deve ser. 

Como mencionamos, o mais comum é que os líderes de RH façam o planejamento pensando no período de um ano. Porém, esse planejamento geralmente conta com fases.

Isso permite com que a empresa evolua e alcance objetivos a curto, médio e longo prazo. 

Então, não pense que seu planejamento estratégico de RH deve ser algo ultra elaborado em um primeiro momento. 

Para aprender com o processo, pode ser proveitoso focar em metas menores, de mais fácil alcance, e evoluir daí para objetivos maiores.

2 – Não incluir a liderança no planejamento estratégico de RH

Se engana quem pensa que o planejamento estratégico de RH fica restrito à área de gestão de pessoas.

Claro, são esses profissionais que pensam nas ações que serão tomadas, mas o plano de ação deve envolver toda a empresa, especialmente as lideranças.

Principalmente no momento de identificar os pontos de melhorias e focos dessa atividade, os líderes, que têm contato direto com suas equipes, devem estar presentes.

3 – Não considerar feedbacks das equipes

Esse momento pode ser estratégico para o RH por diversos motivos. Um deles é exatamente a possibilidade de gerar mudanças com base nos feedbacks das equipes.

Sabemos que, no dia a dia, é mais desafiador propor grandes mudanças na empresa. 

Por isso, o RH pode se beneficiar de usar o planejamento estratégico de RH para propor melhorias com base no que foi relatado pelos colaboradores.

Por exemplo, se existem apontamentos sobre a necessidade de desenvolvimento, esse pode ser o momento de propor um programa de treinamento, entre outros.

Sendo assim, não deixe de armazenar esses feedbacks em algum documento, e utilizá-los no momento de planejar seu plano de ação estratégico de RH.

4 – Não analisar as tendências de mercado

Tão importante quanto analisar a situação interna da empresa, entender como você pode se adiantar em relação às tendências do mercado pode criar vantagens estratégicas nesse momento.

Por isso, não deixe de procurar conteúdos sobre a área, como você está fazendo agora, e acompanhar os principais profissionais da área.

Como fazer um planejamento estratégico de RH? Passo a passo

Chegando até aqui, você deve ter percebido como a coordenação de ações e estratégias pensada em resultados específicos é um dos caminhos mais promissores para uma atuação mais efetiva no setor de RH, certo?

A seguir, separamos um passo a passo assertivo para você fazer um planejamento estratégico de RH. Confira!

1 – Faça uma análise sobre os objetivos organizacionais

Aqui, é o momento de analisar algumas frentes que compõem um plano de ação estratégico de RH.

É preciso considerar:

  • Os objetivos do RH;
  • Os objetivos da empresa;
  • As necessidades dos colaboradores.

A partir dessa avaliação, fica mais fácil entender quais as prioridades de cada setor e avaliar quais pontos serão colocados na frente no momento de fazer seu planejamento estratégico de RH.

Assim, é possível dividir o planejamento estratégico de RH em partes, priorizando o que é mais tático e trará resultados mais concretos para a organização.

2 – Conduza uma análise SWOT

A matriz SWOT é uma ferramenta que possibilita identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que a sua empresa pode encontrar ao realizar o planejamento estratégico de RH.

É importante definir esses pontos relacionados a cada ação proposta, como:

Vamos supor que um dos pontos presentes será a proposta de planos de carreira atualizados. A análise aqui seria:

  • Forças: benefícios atrativos;
  • Fraquezas: necessidade de linhas de desenvolvimento mais claras;
  • Oportunidades: programas de treinamento e suporte de líderes das áreas;
  • Ameaças: atualizações do mercado e competitividade da concorrência.

Dica: não esqueça de avaliar a situação de qualidade de vida e benefícios da sua organização, pois são dois fatores que influenciam e muito no sucesso das estratégias de RH.

3 – Pesquise as melhores ferramentas

Não esqueça de contar com os melhores recursos para te ajudarem a facilitar a aplicação do seu planejamento estratégico de RH.

É possível encontrar ferramentas que ajudam a organizar as ações em calendários, distribuir as tarefas entre os responsáveis e até mesmo reunir dados estratégicos.

4 – Determine os passos e os responsáveis por cada ação

A seguir, cada ação no seu planejamento estratégico deve contar com:

  • Etapas de cada atividade;
  • Responsável por sua realização;
  • Prazo;
  • Indicador inicial (para medir o sucesso posterior).

Também é importante definir uma análise periódica de resultados, além de pedir feedbacks aos envolvidos.

5 – Defina metas e indicadores

Apesar de ser um guia, não significa que você não possa revisar o planejamento estratégico de RH de tempos em tempos.

Para que essa tarefa seja assertiva, o ideal é estabelecer uma base de indicadores que ajudem a entender se o plano está evoluindo conforme o esperado.

Por exemplo, se o objetivo era aumentar o engajamento ou melhorar a comunicação, é possível medir a melhoria nesses pontos antes e depois das ações propostas, entre outros.

E se seu objetivo é saber mais sobre os indicadores de saúde da sua empresa e diminuir níveis de turnover, sinistralidade, aumentar a produtividade e muito mais, saiba que a orienteme pode ajudar.

Através de um mapeamento da saúde da sua empresa, conseguimos encontrar e prevenir casos de risco, identificar oportunidades de cuidado ativo, oferecer treinamento, entre outros. 

O RH também ganha acesso a um painel com dados estratégicos, e muito mais.

Saiba mais ao acessar a nossa página para empresas.

Conte com a orienteme para ter um RH mais estratégico e uma empresa fortalecida!

Como você viu, o planejamento estratégico de RH é uma ferramenta essencial para deixar a sua empresa mais tática e evoluir o time no mercado. Claro que, para isso, é ideal que o RH tenha uma visão estratégica e conte com as ferramentas certas para crescer.

Isso porque, para que a sua empresa seja mais forte, ela precisa de times mais fortes e colaboradores mais fortes. 

Afinal, uma equipe desequilibrada ou doente não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Com a orienteme, a sua empresa não precisa escolher apenas um aspecto da saúde para potencializar, mas pode cuidar da sua equipe por completo.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo de indicadores estratégicos feito pela orienteme, que identificam como está a situação atual da saúde da sua empresa. 

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, e muito mais!

A partir disso, você conta com a orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso a ser tratado, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender a situação de saúde da sua empresa e promover ações assertivas.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

indicadores de rh

Mais sobre Saúde Ocupacional

O que é um Coach físico para empresas? Vale a pena?

O que é a ergonomia no trabalho, qual a importância e como desenvolver

Como escolher a nutricionista ideal para sua empresa

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​