Orienteme Saúde Ocupacional e Bem Estar corporativo

Qualidade de vida no trabalho

Qualidade de vida no trabalho: 6 formas de aplicar em sua empresa!

Daniela Haidar Chohfi -

Como promover a qualidade de vida no trabalho é a dúvida de muitos profissionais que atuam com psicologia organizacional

A situação corporativa atual do Brasil revela dados alarmantes sobre a qualidade de vida no trabalho, o que podem representar riscos à saúde dos colaboradores e às empresas.

O número de colaboradores infelizes com o trabalho é alto: 9 em cada dez brasileiros não se sentem felizes no trabalho, segundo uma pesquisa realizada pela Survey Monkey.

Esse dado só reforça a importância da qualidade de vida no trabalho. Porém, pode ser difícil estruturar ações efetivas no dia a dia. Para isso, preparamos este guia completo. Nele, iremos explicar:

  • O que é a qualidade de vida no trabalho;
  • Por que esse conceito é importante;
  • Estatísticas sobre essa noção;
  • Como medir a qualidade de vida na organização;
  • 6 dicas para promover na empresa;
  • Como equilibrar a qualidade de vida no trabalho remoto, e mais.

Boa leitura!

O que é a qualidade de vida no trabalho?

A qualidade de vida no trabalho é um índice amplo que mede a satisfação geral do colaborador em relação à empresa, cargo e atividades que desempenha. 

Também conhecido como QVT, esse conceito é medido a partir do bem-estar físico e mental, satisfação com as relações, desenvolvimento profissional, entre outros.

A QVT determina fatores muito importantes, como o nível de engajamento da equipe e seus resultados Até porque, sem uma saúde equilibrada a equipe não consegue dar o melhor de si. 

Além disso, a QVT também está relacionada ao histórico de doenças ocupacionais e o nível da sinistralidade na organização. Esse conceito, então, tem crescido cada vez mais dentro da suas empresas, pois costuma ser um requisito dos trabalhadores.

O que compõe a qualidade de vida no trabalho?

Cuidar da qualidade de vida no trabalho é especialmente importante para preservar a saúde ocupacional da organização. 

Porém, como você viu, esse conceito é bastante amplo. Para você entender melhor, listamos alguns fatores que determinam o nível de QVT em uma empresa:

  • Ambiente físico e cultura organizacional;
  • Remuneração e benefícios;
  • Oportunidades de desenvolvimento e crescimento na organização;
  • Bem-estar físico e mental;
  • Lideranças;
  • Carga horária e quantidade de trabalho;
  • Relação com a equipe;
  • Sentimento de propósito e realização com a função.

Inclusive, uma pesquisa feita pela Sodexo analisou que o nível médio de satisfação dos brasileiros com o trabalho é de 6,5. Esse dado indica a necessidade das empresas de aprimorarem seus ambientes e culturas para garantir sempre o bem-estar e, consequentemente, maiores resultados.

Em seu Ted, o fundador de YouGreen, Roger Koeppl, explica as lições que aprendeu sobre como “o trabalho não precisa ser uma tortura”. Seus apontamentos têm bastante relação com a qualidade de vida em geral. Confira a palestra:

Por que a qualidade de vida no trabalho é importante?

Mais do que nunca, a qualidade de vida no trabalho é uma necessidade e uma exigência das pessoas. Isso porque, a satisfação com a carreira vai muito além do salário.

Por isso, esse é apenas um dos pontos que reforçam a importância de garantir esse bem-estar no dia a dia da empresa.

Ainda, a qualidade de vida no trabalho está associada ao bom desempenho da empresa e a indicadores de RH importantes. Além desses, existem outros motivos que se destacam:

  • Maior produtividade: com equilíbrio no dia a dia e satisfação, o colaborador consegue ser mais focado e se concentrar em dar o melhor de si;
  • Melhora dos indicadores relacionados à gestão ocupacional: o absenteísmo e a rotatividade caem enquanto a eficiência e a segurança aumentam;
  • Contribui com a reputação da empresa: locais de trabalho tóxico não se sustentam por muito tempo, perdendo grandes profissionais;
  • Crescimento de resultados: um time engajado, saudável e motivado consegue desempenhar suas tarefas de maneira mais eficiente e colaborar com o aumento da receita.

Além disso, essa é uma das principais maneiras de cuidar dos colaboradores da empresa de forma ativa e construir times realmente realizados com o trabalho.

Leia também: Teoria dos Dois Fatores: o que é e qual sua importância para a motivação nas empresas

Estatísticas sobre qualidade de vida no trabalho no Brasil

A Sodexo conduziu uma pesquisa com 33 países e 428 empresas multinacionais sobre o bem-estar no ambiente de trabalho. Alguns dados que o estudo coletou são:

  • 60% das organizações consideram o aumento da qualidade de vida como um dos seus maiores objetivos;
  • 83% desejam construir uma cultura de bem-estar e qualidade de vida;
  • 69% das empresas multinacionais possuem estratégias globais voltadas para a saúde e o bem-estar;

Outro levantamento, chamado 15º Índice de Confiança da Robert Half, apontou que 26% dos entrevistados consideram que a sensação de equilíbrio entre qualidade de vida e trabalho piorou nos últimos anos. Alguns dos motivos para isso, segundo eles, são:

  • Piora da saúde mental no trabalho (32%);
  • Falta de contato próximo com os colegas e gestores (16%);
  • Espaço físico inadequado para o trabalho (10%);

Assim, a qualidade de vida no trabalho vira também um diferencial das empresas. Porém, o movimento do mercado também reforça essa necessidade.

De acordo com números da Justiça do Trabalho, divulgados pela CNN Brasil, em apenas um semestre de 2020, o número de ações trabalhistas no Brasil aumentou 30% em relação ao ano anterior.

Além disso, com o mercado cada vez mais competitivo, principalmente a nova geração no mercado de trabalho, passou a dar prioridade para empresas que promovem o bem-estar.

Você sabe qual o custo da saúde
emocional para sua empresa?

Segurança e qualidade de vida no trabalho

Para cumprir com as leis trabalhistas, as empresas devem seguir algumas normas previstas, como a Saúde e Segurança no Trabalho.

Essas ações também entram dentro dos programas que ajudam a ter mais qualidade de vida no dia a dia da empresa. Elas ajudam na diminuição de acidentes e colaboram com a proteção contra os riscos ambientais do trabalho.

Por isso, não esqueça de garantir a conformidade das ações obrigatórias na empresa para aumentar o bem-estar e segurança gerais.

Como medir esse conceito na empresa?

Fatores para medir a qualidade de vida no trabalho
Conceitos para medir a qualidade de vida na sua empresa

Conforme falamos, a qualidade de vida no trabalho (QVT) é um indicador importante. Então, como toda métrica, é possível medi-la, mas como realizar essa tarefa?

O primeiro passo é analisar tudo o que esse conceito abrange. A partir disso, é possível fazer um questionário (que pode ser anônimo) e pedir para a equipe dar notas de 1 a 10 para alguns fatores, como:

  • Satisfação com os horários e carga de trabalho;
  • Relacionamento com o líder;
  • Saúde emocional e física na empresa;
  • Condições e acomodações de trabalho;
  • Oportunidades de crescimento, etc.

Dessa forma, será possível ter uma visão completa sobre o cenário da empresa. Para ter mais ideias sobre como é possível trabalhar o bem-estar na empresa, inclua um campo para sugestões na sua pesquisa.

Ainda, o acompanhamento de alguns indicadores ligados a esses pilares pode ajudar. Vamos dividí-los em categorias para detalhar melhor quais seriam:

Ambiente físico e cultura organizacional

Nesse caso, é preciso pensar em duas vertentes. A primeira é a saúde emocional e física do colaborador, que também estará presente em outros tópicos. Para avaliá-la, vale ficar de olho em indicadores como: número de doenças ocupacionais físicas, número de acidentes no trabalho, etc.

Além disso, a atenção ao comportamento organizacional é importante, avaliando elementos como motivação, confiança, engajamento e reconhecimento do colaborador com a cultura proposta.

Saúde e bem-estar

Aqui, o número de atestados, seus respectivos CIDs e a taxa de absenteísmo são informações-chave para mapear o comportamento dos colaboradores.

Além disso, observar a sinistralidade da empresa pode trazer algumas outras ideias de como anda o bem-estar interno. Isso é ainda mais importante considerando as recentes mudanças no mercado de trabalho.

Como mostrou uma pesquisa realizada pela empresa Gartner, 68% das organizações disponibilizaram pelo menos um novo benefício relacionado ao bem-estar para os funcionários em razão do da pandemia.

Plano de carreira e remuneração

Sem conseguir crescer na empresa, é natural que as equipes não se mantenham por muito tempo. Por isso, é importante entender mais sobre a satisfação dos colaboradores ao observar dados relacionados à taxa de rotatividade (turnover).

Também é possível cruzar esses dados com avaliações de desempenho e outros momentos de feedbacks positivos e negativos na empresa.

Condições de trabalho e relacionamentos

Se alguma equipe têm conflitos constantes ou não mantém o quadro de colaboradores, com certeza essa conduta exige análise do departamento de RH.

Isso porque, maus líderes podem destruir bons profissionais, causando grandes prejuízos à organização. Portanto, é válido analisar esses indicadores de rotatividade, produtividade  e engajamento por equipe, avaliando esses casos em prol de um ambiente de trabalho mais saudável.

Como promover a qualidade de vida no trabalho? 6 dicas

A qualidade de vida no trabalho depende de ações contínuas e efetivas e de um verdadeiro comprometimento da organização. Para te ajudar nessa tarefa, separamos 6 ações para implementar.

1 – Crie um programa de qualidade de vida no trabalho

A criação de um programa de qualidade de vida no trabalho é uma das ações mais completas que as empresas podem fazer para aumentar o bem-estar da equipe.

Isso porque, esse tipo de iniciativa pensa na satisfação dos colaboradores de forma abrangente e contínua. 

Para isso, são definidos calendários anuais e mensais com atividades constantes para levar mais saúde ao time. 

Todos os colaboradores se envolvem com as ações, que contribuem com a conscientização sobre o tema e com o engajamento.

Buscando uma plataforma de gestão de saúde ocupacional para sua empresa?
Entre em contato, e entenda como a oriente impulsiona sua empresa através de uma abordagem data-driven de saúde corporativa.

2 – Estimule rotinas de trabalho mais flexíveis

Muitas pessoas perdem a qualidade de vida ao priorizar o trabalho. Dessa forma, só percebem os efeitos dessa ação ao ter algum efeito ruim no dia a dia, como doenças.

Por isso, uma ação que a empresa pode ter nesse sentido é o incentivo à flexibilidade no trabalho. Até porque as pessoas têm hábitos de desempenho diferentes, que precisam ser compreendidos.

Nesse sentido, é possível prevenir a produtividade tóxica na empresa e aproveitar todo o potencial do colaborador, que pode escolher seu melhor período e condições para trabalhar.

3 – Cuide do clima organizacional

De nada adianta promover ações constantes se a qualidade de vida no trabalho não for promovida na base da empresa. Por isso, a atenção ao clima organizacional é de extrema importância para trazer bem-estar e prevenir doenças ocupacionais.

É possível fazer isso ao trabalhar a employee experience, ou experiência do colaborador. Isso porque, cada vez mais as empresas percebem os benefícios de tornar os funcionários o centro do local de trabalho.

Algumas ações nesse sentido são promover o diálogo sincero entre equipes e liderança, abrir espaço para sugestões do time, estabelecer metas realistas e focar em práticas de gestão colaborativa.

Aliás, o espírito de equipe cresce em ambientes que melhoram seu clima organizacional, já que as ações focam no coletivo e contribuem para a satisfação no dia a dia.

4 – Invista em saúde física e nutricional

É possível desenvolver uma série de ações que colaboram com a saúde física e nutricional da equipe.

Uma das mais importantes, por exemplo, é garantir uma boa ergonomia no ambiente físico de trabalho. Isso significa cuidar para que equipamentos, mesas, cadeiras e outros maquinários de trabalho sejam adequados e não colaborem para o surgimento de doenças.

Assim, o mesmo cuidado deve ser aplicado para outros fatores, como iluminação, barulho e até mesmo condições psicológicas. Outra opção é oferecer ginástica laboral na empresa, que ajuda a minimizar riscos físicos.

Além disso, o fator nutricional é uma das bases da saúde de qualquer pessoa. Se for possível, é ideal focar no oferecimento de alimentos saudáveis na empresa. O acesso à informação sobre bons hábitos alimentares também é uma ótima opção para ajudar os colaboradores nesse sentido. 

É possível promover ações internas com nutricionistas ou outros profissionais, abordando temas relevantes nesse sentido.

5 – Desenvolva a segurança psicológica

A segurança psicológica diz respeito à liberdade que a equipe tem para errar, aprender, colaborar e desafiar processos ineficazes na empresa.

Como é de se imaginar, a falta ou presença desse conceito nas organizações tem um grande papel em determinar o nível de qualidade de vida no trabalho. Sem ele, as empresas têm equipes retraídas, com medo e que não conseguem inovar.

Portanto, é de extrema importância incluir ações que promovam a segurança psicológica entre as equipes. Algumas delas são a valorização do tema e da vulnerabilidade, a prática da confiança no trabalho, treinamentos para lideranças, abertura dos canais de comunicação, entre outros.

Para encontrar um passo a passo completo, confira o nosso e-Book completo sobre o tema e transforme a segurança psicológica da sua empresa.

6 – Ofereça benefícios voltados ao bem-estar

Uma das formas de a empresa colaborar com a qualidade de vida no trabalho é demonstrar que realmente se importa com a saúde do colaborador, levando o bem-estar para além do ambiente organizacional.

Por isso, uma boa ideia é rever os benefícios oferecidos pela empresa e analisar se fazem sentido de acordo com as necessidades dos colaboradores.

É possível encontrar opções de benefícios que trabalham o bem-estar geral e contínuo dos colaboradores. Dentre essas possibilidades, estão aquelas que oferecem suporte e acompanhamento psicológico e nutricional, como a Orienteme.

Somos uma plataforma que visa levar mais saúde aos colaboradores das empresas a partir de acompanhamento psicológico e nutricional.

Para isso, promovemos um mapeamento completo relacionado à saúde mental, aos níveis emocionais dos colaboradores e aos principais temas que eles têm interesse em tratar.

A partir dos resultados obtidos, ajudamos as empresas a estruturarem planos de ação que contam com atendimento profissional individualizado, ações internas, treinamentos para equipes e líderes e outras atividades que engajam e evoluem a organização.

Conheça nossa plataforma para gestão de saúde corporativa para empresas e entenda mais!

Qualidade de vida e home office

O isolamento e o home office, impulsionados pela pandemia da Covid-19, tiveram um impacto direto na rotina de trabalho. 

Apesar de trazer possibilidades de maior bem-estar, com flexibilidade na rotina e aproximação das relações familiares, por exemplo, o trabalho remoto também precisa de atenção das empresas.

Por conta dessas mudanças, muitas pessoas ficaram sobrecarregadas com suas funções ou encontraram dificuldades para encontrar equilíbrio na rotina. O resultado disso foi uma alta nos casos de Síndrome de Burnout, depressão e ansiedade, entre outros.

Por isso, algumas dicas que os profissionais de RH podem incentivar entre a equipe para contribuir com a qualidade de vida no trabalho remoto são:

  • Separar um ambiente adequado para realizar as atividades, com acomodações confortáveis e que possibilite o foco;
  • Ter atenção em relação à postura;
  • Incentivar pausas durante o dia;
  • Estimular reuniões e a colaboração em equipe;
  • Mapear os momentos de maior foco para se dedicar às tarefas mais desgastantes;
  • Entender que a comunicação remota é assíncrona e respeitar os horários do time;
  • Determinar horários para começar e terminar de trabalhar.

São práticas simples, mas que são capazes de colaborar com o bem-estar dos colaboradores remotos e ter uma empresa mais feliz e equilibrada.

Descubra como evitar as consequências jurídicas do Burnout

Conte com a Orienteme para desenvolver a sua empresa de maneira completa!

A saúde e o bom desempenho no trabalho são compostos por diversos fatores, mas principalmente pelo equilíbrio emocional, nutricional e físico. Por isso, uma das principais ações que a sua empresa pode fazer para potencializar o time é oferecer possibilidades de evolução nesse sentido. 

Afinal, uma equipe desequilibrada não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A Orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo feito por indicadores estratégicos da Orienteme, que identificam como está a atual situação da saúde da sua empresa, incluindo psicologia organizacional, entre outros aspectos.

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, entre outros!

A partir disso, você conta com a Orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender os indicadores de saúde da sua empresa e promover ações assertivas para a qualidade de vida no trabalho.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Mantenha-se informado, e tenha os melhores conteúdos
para seu desenvolvimento diretamente no seu email.

Não se preocupe, prometemos não mandar spam

Mais sobre Saúde Ocupacional

Saiba como calcular o turnover da empresa

O que é feedback e qual a sua importância

O que é um plano de carreira, sua importância e como criar um para funcionários

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​