O que é Burnout e como evitá-lo?

Você sabia que 30% dos trabalhadores no Brasil sofrem com Burnout?

‘Burnout’ é o nome de uma síndrome que atinge cada vez mais trabalhadores. Nos dias de hoje muitos profissionais se encontram em uma realidade de extrema competitividade e com carga horária e rotina cada vez mais intensa, o que demanda dos funcionários uma dedicação extrema para entregar resultados e alcançar as expetativas da empresa. Porém, as pessoas não são máquinas e tem limites, podendo estes limites serem ultrapassados e chegarem a se tornar esgotamento e estresse profissional.

Burnout é uma alteração do comportamento, de caráter depressivo, cuja principal causa é o desajustamento do indivíduo em relação ao seu trabalho.

Quais são sintomas?

Os principais sintomas de uma pessoa que sofre burnout são:

Exaustão Emocional:“A exaustão emocional caracteriza-se por um esgotar progressivo da energia emocional e física, fazendo com que o trabalhador se levante tão ou mais cansado do que antes”, explica Sónia Gonçalves, doutorada em Psicologia do Trabalho e das Organizações pelo ISCTE e professora no Instituto Piaget. “A pessoa já não se sente com forças para enfrentar novas tarefas ou lidar com mais pessoas e tudo o que antes fazia, requer agora um esforço enorme que a deixa exausta”.

Despersonalização ou cinismo:acontece quando, para compensar a perda de energia, o individuo começa se afastar do trabalho que vê como fonte de estresse. A pessoa começa a ficar mais fria, distante e desligada e tem o seu desempenho diminuído.

Realização profissional diminuída:cada tarefa parece se tornar mais difícil, cansativa, demorando mais tempo para ser feita, com mais incoerências e erros. A competência do trabalhador vai piorando e um ciclo vicioso se instala, onde a pessoa se torna cada vez mais pessimista, se afastando dos colegas.

Como vencer o Burnout?

É necessário entender o burnout e reconhecer seu impacto na vida das pessoas dentro da organização. Então antes de mais nada, é necessário reconhecer os sintomas.

Para prevenir ou tratar o brunout é necessário focar no colaborador e na organização. Individualmente é possível fazer testes de autoavaliações e autoconhecimento, além de gerir o estresse. Por em prática comportamentos saudáveis e alinhar expectativas realistas no trabalho também são formas de mitigar o burnout.

Já a nível organizacional é interessante pensar em programas de bem-estar, sistemas de avaliação (dar espaço ao colaborador dizer o que sente e pensa) para tornar o clima mais agradável e otimista.

Se você sente que sofre de burnout ou simplesmente gostaria de conversar com um terapeuta, a OrienteMe pode ser uma boa solução! Na OrienteMe você pode falar todos os dias com seu terapeuta usando mensagens de texto, áudio, imagem e vídeo e ele responderá todos os dias de segunda a sexta-feira. Experimente!

Gostou do artigo, compartilhe com a rede!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Você também pode gostar

ORIENTEME NA SUA EMPRESA!

Deseja mapear a saúde emocional da sua empresa, oferecer atendimento psicológico aos colaboradores e acompanhar a evolução da saúde emocional das equipes? Solicite um orçamento no botão abaixo e entraremos em contato o quanto antes.

Deseja solicitar um orçamento para sua empresa?

ORIENTEME PARA VOCÊ!

Deseja falar com seu psicólogo por mensagens e videochamadas, quando e onde quiser?

Conheça mais os nossos planos!

INDIQUE A ORIENTEME PARA SUA EMPRESA!