O que é assertividade? Por que é importante? Como desenvolver?

comunicacao-assertiva

A assertividade, assim como o nome diz, pode estar relacionada ao acerto. Mas, ela não é necessariamente só isso. Ser uma pessoa assertiva é ter a habilidade de expor e defender um posicionamento de forma clara e objetiva, minimizando, ao máximo, a geração de conflitos.

Quem é assertivo tem como principais características a tranquilidade, o autocontrole e a facilidade para expressar opiniões, mesmo para pessoas com posicionamentos diferentes. 

Ou seja, assertividade não tem a ver com acerto ou erro, conforme muitos acreditam. Ela é uma habilidade social de se comunicar com outras pessoas e com si mesmo diante de situações em que se espera um posicionamento ou um ponto de vista, sem agressividade.

Para deixar o conceito ainda mais claro: imagine que você está em uma reunião de trabalho e que precisa defender uma ideia para um projeto específico.

Neste momento, você precisará colocar em prática toda a sua inteligência emocional e a sua capacidade de argumentação para defender o que você tem em mente.

Se você for assertivo, ganhará a atenção dos seus colegas durante o discurso e fará com que eles levem em consideração os seus posicionamentos e sugestões.  

Quais são as características de uma pessoa assertiva?

Pessoas que são assertivas normalmente têm um autoconhecimento e uma inteligência emocional muito bem desenvolvidos, além de apresentar comportamentos como: 

  • análise do contexto;
  • boa expressão corporal;
  • análise de suas percepções e sentimentos;
  • desenvolvimento constante do autoconhecimento;
  • senso de justiça;
  • bom uso do tom de voz;
  • senso de responsabilidade.

Assertividade na comunicação

Se comunicar de maneira clara e direta é o principal aspecto da assertividade. Um bom comunicador, consequentemente, é uma pessoa assertiva. 

Não à toa, a comunicação assertiva é hoje uma das soft skills mais procuradas pelos recrutadores. Profissionais que possuem essa característica têm mais chances de se desenvolverem e tornarem-se líderes. 

Assim como outras qualidades corporativas, a assertividade pode ser praticada. Se você precisa de motivos para investir no seu desenvolvimento, veja abaixo como a comunicação assertiva pode impactar a sua vida:

  • melhora da sua imagem social;
  • melhora da sua capacidade de se expressar;
  • aumento da autoconfiança;
  • aumento da capacidade de negociação;
  • redução do estresse;
  • inspiração dos colegas;
  • facilidade na resolução de conflitos.

Como ser mais assertivo?

Comunicar-se de forma clara e direta também é um desafio. Muitas culturas, como a brasileira, podem interpretar a objetividade como grosseria. Entretanto, vencer essa barreira é possível. Existem algumas atitudes que podem ser adotadas por quem quer ser uma pessoa mais assertiva. São elas:

  • controle a impulsividade;
  • expresse seus sentimentos e esteja aberto a críticas;
  • saiba como demandar;
  • aprenda a dizer “não”.

Controle a impulsividade

Escute mais e pense antes de falar é uma dica antiga e vale ouro! 

Expresse seus sentimentos e esteja aberto a críticas

Dizer o que sente nem sempre é fácil. Por isso, é importante saber escutar, ponderar e entender o momento de expressar o que sente. Saiba ouvir críticas e opiniões contrárias às suas. 

Saiba como demandar

Palavras impositivas podem ser mal-interpretadas. Portanto, ao pedir algo, prefira usar palavras como “gostaria”, “será que você poderia me ajudar?”. Lembre-se que o tempo do outro também tem importância. 

Aprenda a dizer “não”

Talvez esta seja uma das atitudes mais difíceis. Mas, é preciso aprender a dizer não. Quando se sentir incomodado com algum pedido, é importante saber colocar limites e expressar seus sentimentos com honestidade, sempre de maneira educada e respeito pelo outro. 

Quais são os benefícios de uma liderança assertiva?

O mercado de trabalho vem passando por mudanças profundas e por isso, cada vez mais, os RHs estão em busca de líderes que sejam inspiradores e que tenham mais do que experiência técnica.

A gestão de pessoas precisa de líderes que saibam lidar com questões como união do time, relacionamento interpessoal, feedbacks entre outras coisas. Por isso, a assertividade tem tido tanto destaque no mercado profissional, como um todo. 

Empresas que possuem lideranças assertivas conseguem promover um vínculos mais forte entre colaboradores, o que reforça o sentimento de pertencimento e melhora o clima organizacional.  

Um líder assertivo, além de ter um time unido, contribui também para manter a confiança e a entrega bem alinhadas, fortalecendo o trabalho em equipe e dando oportunidade para que os profissionais se desenvolvam. 

Pessoas com perfil esse perfil também garantem mais credibilidade entre colaboradores, o que ajuda na mediação de conflitos e tensões que possam surgir. A liderança assertiva ainda é capaz de trazer mais produtividade para a equipe, pois sabe conduzir o time e fazer com que todos se foquem em um objetivo comum.

Como as empresas podem desenvolver a assertividade nos seus colaboradores?

Apesar de no mercado de trabalho existir hierarquia, todos podem desenvolver um espírito de liderança, afinal, existem muitas formas de ser um líder.

O desenvolvimento de um profissional para chegar a um cargo de gestão pode ser feito de diversas maneiras. As empresas podem, e devem, trabalhar para desenvolver esses profissionais. 

Mas, como desenvolver colaboradores para que eles se tornem líderes assertivos? Confira três dicas práticas:

  • ofereça treinamentos;
  • promova palestras;
  • crie um programa de mentoria.

1. Ofereça treinamentos

Cursos e treinamentos são a forma mais prática de ajudar profissionais a se prepararem para os desafios e responsabilidades que eles encontrarão ao longo da sua carreira.

Esses treinamentos podem ser colocados em prática separadamente, de acordo com o estágio em que cada profissional se encontra, pois cada um tem necessidades diferentes.

É muito importante que, além de oferecer conhecimento, as empresas acompanhem o desenvolvimento dos colaboradores, por meio de feedbacks. 

2. Promova palestras

Quem pode ensinar mais do que uma pessoa que já está em posição de líder? As palestras são uma ótima ferramenta para orientar, de forma simples e prática, os colaboradores.

Por meio de experiências, os palestrantes conseguem passar ensinamentos práticos, além de responder perguntas e dar dicas. 

3. Crie um programa de mentoria

Além de oferecer o conhecimento, é importante fazer com que os profissionais repassem seus aprendizados para quem está chegando na empresa.

O programa de mentoria, em que uma pessoa em cargo de liderança torna-se mentor de alguém com um cargo abaixo dele, é uma ferramenta poderosa para desenvolver talentos. 

O mentor ainda pode passar a visão e a cultura da empresa para seus pupilos, treinando-os já para cargos mais altos e promovendo o crescimento interno.

A psicoterapia como apoio às lideranças

A psicoterapia é fundamental para ajudar a lidar com traumas e questões pessoais. É também uma ferramenta muito valiosa para trabalhar o desenvolvimento de profissionais e de gestores

Durante o processo de terapia, o paciente passa por uma jornada de autoconhecimento para entender melhor quem ele é e como lidar com diversas situações da vida. Também é possível descobrir talentos e auxiliar no desenvolvimento de habilidades importantes para o mercado de trabalho, como inteligência emocional e autocontrole. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Continue lendo

E-BOOK GRATUITO

Como o Feedback pode transformar as relações na sua empresa.