Qualidade de vida no trabalho

O que é comunicação interna: quais os objetivos e 5 sinais de que a sua precisa melhorar

Daniela Haidar Chohfi -

A dúvida “o que é comunicação interna” pode abrir diversas interpretações sobre o dia a dia nas empresas. Em poucas palavras, é de se imaginar que a comunicação interna é todo diálogo ou feedback que acontece dentro da organização.

Porém, na prática, a comunicação interna é bem mais do que isso, pois possui diversas esferas e influencia, inclusive, no nível de engajamento e contentamento da equipe.

A questão é tão relevante que uma comunicação interna ruim pode colaborar até mesmo para o surgimento de casos de Síndrome de Burnout, entre outras doenças ocupacionais

Então, separamos este guia completo para você começar a entender mais sobre o que é a comunicação interna e todos os detalhes sobre essa poderosa ferramenta no dia a dia dos negócios. Você saberá:

  • O que é comunicação interna;
  • Qual a diferença entre comunicação interna e externa;
  • Quais os objetivos da comunicação interna;
  • A conexão entre esse conceito e o endomarketing;
  • 5 sinais de que a sua comunicação interna pode estar ruim;
  • Exemplos, como fazer um plano de comunicação interna e muito mais!

Boa leitura!

O que é comunicação interna?

A comunicação interna diz respeito a todos os canais que possibilitam o diálogo e o compartilhamento de informações em uma organização. Portanto, esse conceito se utiliza de todos os meios que permitem as interações nas empresas.

Pode ser que algumas empresas tenham setores destinados a esse trabalho nas organizações, sendo que depende do seu porte, segmento e objetivos. Geralmente, também é comum encontrar estruturas fortes de comunicação interna em organizações que têm diversas unidades em localidades diferentes

Nesses casos, a comunicação interna é ainda mais importante, pois garante que todos os colaboradores estejam informados sobre a empresa.

O que compõe a comunicação interna?

Quando falamos sobre o que é comunicação interna, é preciso ressaltar que, tão importante quanto entender esse conceito na empresa, é compreender por quais meios ele se concretiza no dia a dia. Isso porque, todo e qualquer informe, diálogo ou transmissão na organização também é comunicação interna.

Ao esclarecer isso, é mais fácil zelar por uma boa comunicação a todo momento e fortalecer a cultura organizacional. Portanto, algumas ferramentas da comunicação interna nas empresas são:

  • Newsletter: a newsletter é um dos principais meios de comunicação interna entre os colaboradores, pois geralmente é veiculada por e-mail ou outros meios. Ela costuma ser composta por informativos mensais relacionados às atualizações da empresa e está bastante ligada à sua cultura. Também é uma ferramenta que ajuda a motivar os colaboradores e incentivar boas práticas.
  • Reuniões: apesar de serem algo rotineiro da maioria das organizações, é preciso atenção para que as reuniões estejam alinhadas com a cultura e os objetivos da empresa, sendo mais produtivas.
  • Aplicativos de comunicação internos: dependendo do porte e localização da empresa, podem ser desenvolvidos aplicativos próprios para a os contatos entre equipes e os comunicados das empresas. Assim, eles funcionam quase como CRMs e possibilitam unificar a comunicação em um só lugar.
  • Jornal mural impresso: os jornais-murais impressos costumam ser veiculados entre espaços de tempo maiores, mas, por serem informativos de grande destaque na empresa, também ajudam no engajamento e no maior acesso a informações gerais.
  • TV corporativa: é um canal bastante dinâmico e característico de empresas que têm uma cultura de comunicação interna bastante forte. Isso porque, a TV corporativa exige um nível de planejamento e trabalho mais intenso, mas também é mais marcante no dia a dia da empresa.
  • Manual do colaborador: é um dos principais meios de comunicação nas empresas, utilizado principalmente em fases de onboarding e boas-vindas de novos membros à organização. Isso porque, esse é um documento que reúne as principais informações que o colaborador precisa saber no dia a dia.

Quais os objetivos da comunicação interna?

Uma comunicação interna clara, objetiva e eficiente é capaz de fortalecer a cultura organizacional e o engajamento das empresas, colaborando também com o senso de segurança psicológica dentro da organização.

Portanto, um de seus objetivos é ajudar a reduzir falhas provocadas por uma comunicação inadequada no dia a dia. Além disso, ela pode ajudar a:

  • Reforçar os valores e ideais da empresa;
  • Possibilitar maior acesso à comunicação para todos;
  • Incentivar feedbacks frequentes e o desenvolvimento do time;
  • Promover conscientização sobre determinados temas;
  • Ajudar com a imagem da empresa, entre outros.

Em seu Ted, Juliana Rodermel, especialista no assunto e CEO de uma agência de endomarketing, ressalta o impacto da comunicação para relações mais seguras, saudáveis e felizes entre empresas e seus colaboradores.

Qual a diferença entre comunicação interna e externa?

A principal diferença entre o que é comunicação interna e externa se dá ao analisar o direcionamento de cada uma.

A comunicação interna é feita especialmente para os chamados clientes internos da empresa, ou seja, os colaboradores. Por isso, seu conteúdo e forma de veiculação tem suas particularidades, que acompanham os objetivos e particularidades da empresa.

Já a comunicação externa é aquela feita para todo o público externo da organização. Nesse caso, pode-se tratar de clientes, o mercado, investidores, entre outros agentes que vão ser impactados pelos informes feitos pela empresa.

Leia também: O que é CIPA: entenda qual sua importância, se é obrigatório e como funciona!

Comunicação interna e endomarketing: são o mesmo?

Por serem conceitos bastante relacionados, podem ser confundidos com facilidade, mas não significam a mesma coisa.

Isso porque, ao entender o que é comunicação interna, vimos que ela é um ativo dentro da empresa responsável por zelar por diálogos e compartilhamentos de informações da melhor maneira possível.

Já o endomarketing é mais amplo que isso. Ele está diretamente ligado à motivação e ao engajamento na empresa e, por isso, sua função é fazer o “marketing da empresa para o colaborador”. Portanto, ele conta com ações que podem ser impulsionadas pela comunicação interna, mas vai além disso.

5 sinais de que a sua comunicação interna precisa melhorar 

De acordo com uma pesquisa feita pelo Project Management Institute (PMI), 64% das empresas brasileiras têm problemas de comunicação

Ainda, segundo outro levantamento da revista britânica The Economist, 44% dos entrevistados relatam que a falta de uma boa comunicação causou atrasos ou falhas na conclusão de projetos. Ainda, 18% afirmam que esses problemas levaram à redução das vendas.

Porém, nem sempre é simples identificar quais são esses os gatilhos responsáveis pelos impactos nos resultados. Portanto, separamos 5 sinais que podem indicar a necessidade de melhorar a comunicação interna.

1 – Alta carga de retrabalho

Sem processos e uma comunicação clara, é comum que as equipes tenham muita carga de retrabalho. Isso porque, sem essa eficiência, instruções e expectativas não estão alinhadas e, assim, é preciso muitos ajustes até que uma tarefa esteja 100% satisfatória.

Porém, esse comportamento é perigoso para a eficiência da equipe e também pode colaborar com casos de estresse e ansiedade no trabalho, colocando toda a empresa em risco e comprometendo a qualidade de vida na empresa.

2 – Diversos conflitos internos

É comum imaginar que, com a diversidade de pensamentos na empresa, é normal que aconteçam conflitos no dia a dia. Porém, essa afirmação só é verdade até certo ponto.

Quando boas práticas de comunicação não são incentivadas na empresa, podem gerar uma normalização dos conflitos e impactar negativamente em diversos pontos do negócio.

Além disso, uma empresa com muitos conflitos internos também pode estar com um time com baixa inteligência emocional no trabalho que, assim, não consegue ter diálogos construtivos. 

Nesses casos, a cultura de inovação e de melhoria constante de processos pode ser prejudicada.

3 – A equipe não é produtiva

Problemas na produtividade também podem ser afetados pela comunicação interna. Isso porque, podem haver dificuldades para priorizar tarefas, organizar a rotina, trabalhar em equipe, entre outros.

4 – Falta de agilidade nos processos

Processos muito burocráticos e lentos também podem indicar a falta de uma boa comunicação interna. Esse ponto é visível principalmente quando, ao ter uma nova demanda ou desafio, a empresa não sabe exatamente como agir. 

Sem uma base concreta de confiança no trabalho e na equipe, as decisões levam muito tempo para acontecer, o que pode gerar prejuízos no futuro.

5 – Colaboradores desmotivados

Uma má comunicação, especialmente vinda da liderança, pode desmotivar e desengajar a equipe. Isso porque, todos os sinais que apontamos anteriormente acabam atrapalhando a rotina no dia a dia e “esfriando” a equipe em relação à empresa.

Dessa forma, cria-se um ambiente de frustração que pode fazer com que o negócio perca talentos e tenha seus processos prejudicados.

Leia também: O que é psicologia organizacional? Guia completo sobre o assunto!

O que é comunicação interna: exemplos de empresas

Algumas empresas elevaram o nível de o que é comunicação interna em seus espaços, tornando-a um grande valor na empresa. Confira alguns exemplos de organizações conhecidas por impulsionarem esse conceito no dia a dia.

Netflix

A Netflix tem a comunicação aberta e direta como um de seus pilares, deixando bem claro que valoriza o comportamento em sua página sobre cultura.

Assim, seu discurso e suas práticas refletem de maneira bem clara os valores na empresa, impactando no comportamento organizacional e também engajando e alinhando os colaboradores a seus princípios.

Nubank

Desde o início da pandemia da Covid-19, o Nubank tem se dedicado a promover diversas ações que refletem positivamente na comunicação interna da empresa e engajam todos os colaboradores.

Para isso, eles focaram em:

  • Manter os rituais da empresa;
  • Ter transparência na liderança e uma comunicação aberta;
  • Criar rotinas de conversa e organização;
  • Ter maior flexibilidade;
  • Acolher e ouvir feedbacks.

Todos esses pontos colaboram para criar uma cultura com maior bem-estar no trabalho, em que os colaboradores conseguem dar o melhor de si.

Plano de comunicação interna: como fazer

Agora que você entendeu o que é a comunicação interna, vale abordar a parte prática deste projeto: o plano de comunicação interna.

Isso porque, ele se trata de um conjunto de ações que ajuda a promover um plano de ação voltado para a melhora e a eficiência da comunicação na organização

Mas, tão importante quanto escolher as ações mais adequadas para a sua empresa, é entender como começar. Por isso, separamos quais são os primeiros passos que você precisa dar para montar o seu plano de comunicação interna.

Faça uma pesquisa de clima organizacional

Assim como qualquer outro processo, este começa com uma análise do que já é eficiente para a empresa e principalmente do que pode ser melhorado. Para isso, a pesquisa de clima organizacional pode ser de grande ajuda. 

Em relação à comunicação, isso é ainda mais importante, pois permite que aqueles sinais que mencionamos anteriormente sejam identificados. Portanto, algumas perguntas que você pode adicionar ao seu questionário são:

  • Você acha que nos comunicamos com eficiência aqui na empresa?
  • Como você avalia a comunicação do seu líder direto?
  • Você vê alguma possibilidade de melhoria nos nossos processos?

Escolha os melhores canais

Como abordamos anteriormente, existem diversos canais de comunicação que podem fazer parte do que é comunicação interna para uma empresa. 

Sendo assim, é necessário avaliar os níveis de engajamento da sua equipe com cada um desses meios para, assim, delimitar qual seria melhor. 

É importante ressaltar que uma boa comunicação interna não precisa contar com uma grande variedade de meios de veiculação, mas com os mais eficientes para sua realidade.

Defina as prioridades e os seus objetivos

Ao mapear as necessidades da sua empresa a partir da pesquisa de clima organizacional, ficará mais claro entender o que precisa da sua atenção primeiro. 

Portanto, elenque as prioridades pensando nos resultados e a urgência de cada uma a curto e longo prazo. Essa ação pode deixar mais claras quais ações devem estar presentes em cada momento.

Trace um cronograma de ações

Por fim, é hora de transformar todos esses pontos em ações concretas. Para isso, é necessário analisar quais as possibilidades da organização e quais seriam os responsáveis por cada ação desempenhada. Algumas ideias de atividades são:

Esperamos que tenha gostado desse conteúdo e que as dicas aqui ajudem a impulsionar a sua comunicação interna!

Conte com a orienteme para desenvolver o seu time de maneira integral!

A saúde e o bom desempenho no trabalho são compostos por diversos fatores, mas principalmente pelo equilíbrio emocional, nutricional e físico. Por isso, uma das principais ações que a sua empresa pode fazer para potencializar o time é oferecer possibilidades de evolução nesse sentido

Afinal, uma equipe desequilibrada não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo feito pelos indicadores estratégicos da orienteme, que identificam como está a situação atual da sua empresa. 

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, entre outros!

A partir disso, você conta com a orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso a ser tratado, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender os indicadores de saúde da sua empresa e promover ações assertivas.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

Leia mais

Saúde e Direitos das Mulheres no Trabalho

Obesidade: como abordar assunto no trabalho

Qual o papel do RH na prevenção das ISTs?  

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​