Home > Blog > Bem-estar no trabalho: qual sua importância e 10 dicas para desenvolver

Bem-estar no trabalho: qual sua importância e 10 dicas para desenvolver

bem-estar no trabalho

A performance dos colaboradores está diretamente associada ao sentimento de bem-estar no trabalho.

Assim, da mesma forma que funcionários felizes se empenham mais em aumentar seus resultados, aqueles desmotivados acabam tendo um menor desempenho, além de serem mais propensos a desenvolverem doenças ocupacionais.

Esses são alguns motivos que fazem o bem-estar no trabalho ser tão importante, mas não são todos. Neste artigo, iremos explicar o tema mais a fundo e te apresentar 10 dicas para desenvolver um ambiente com maior qualidade de vida!

Boa leitura!

Afinal, o que é bem-estar?

O bem-estar pode ser definido como um conjunto de hábitos e ações que proporcionam segurança, felicidade e conforto de forma plena. Assim, esse conceito está diretamente associado com a saúde em geral e com a qualidade de vida.

Isso porque, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a  saúde é “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de condições adversas e enfermidades”.

Em poucas palavras, ter bem-estar é estar contente e confortável. No dia a dia, essa é uma das chaves para uma vida mais feliz e saudável. Para as empresas, o bem-estar no trabalho deve ser um ponto-chave, já que define, além de seus resultados, suas relações com com os funcionários e até sua imagem como marca.

A seguir você entenderá mais a fundo o porquê.

A importância de promover o bem-estar no trabalho

Além de zelar pela saúde do time, o bem-estar no trabalho também impacta em diversos indicadores de RH importantes.

Por exemplo, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa norte-americana MetLife, investir no bem-estar no trabalho pode gerar um aumento de 12% no engajamento, 9% em produtividade e 10% em lealdade à empresa.

Além disso, alguns outros fatores que tornam o bem-estar no trabalho tão importante são:

  • Ajuda a reter talentos;
  • Diminui o absenteísmo;
  • Melhora o clima organizacional;
  • Reduz as chances de acidentes e doenças no trabalho;
  • Aumenta a qualidade de vida do time;
  • Entre outros.

Até porque, nenhum funcionário entrega bons resultados se está infeliz e desmotivado. Pode até ser que ele mantenha sua performance, mas isso pode significar que ele está sacrificando sua saúde emocional, o que pode acarretar em diversas consequências ruins para si mesmo e para a empresa.

Para se aprofundar mais no assunto, em seu TED, Amanda Reis, especialista em neuroarquitetura, fala mais sobre a relação entre o ambiente de trabalho e a qualidade de vida. Confira:

O papel do RH no bem-estar no trabalho

O departamento de Recursos Humanos, ou Gente e Gestão, é responsável por garantir bons processos e relações internas, um bom clima organizacional e zelar pelas pessoas da empresa. Esses conceitos estão diretamente ligados com o bem-estar no trabalho.

Portanto, esse tema deve ser um dos principais pontos de atenção desses profissionais. São eles que vão garantir um ambiente de trabalho saudável e produtivo, fazendo com que os colaboradores sintam-se seguros e motivados a dar o seu melhor.

Ainda, esse departamento deve ter atenção a outros pontos ligados a uma organização segura: uma boa comunicação, lideranças bem desenvolvidas, benefícios corporativos, entre outros. 

Por isso, vamos explicar exatamente o que você pode fazer para promover o bem-estar no trabalho.

 10 dicas para promover o bem-estar no trabalho

Ter um bom ambiente de trabalho também ajuda a promover a saúde ocupacional e a desenvolver a cultura na empresa. Por isso, separamos 10 dicas para você aplicar!

1 – Crie um programa de qualidade de vida no trabalho

Como o próprio nome diz, o programa de qualidade de vida no trabalho (QVT) é uma iniciativa que muitas empresas adotam para promover práticas mais saudáveis de forma contínua no dia a dia.

A partir dele, o negócio consegue pensar em benefícios a longo, médio e curto prazo para os colaboradores.

Para criar um, analise o que a sua empresa já oferece em relação à qualidade de vida e quais podem ser os próximos passos. Algumas ações que costumam compor o QVT são:

  • Auxílio e incentivo à saúde física;
  • Dicas de alimentação saudável;
  • Palestras e benefícios de saúde mental;
  • Oportunidades de desenvolvimento e crescimento profissional;
  • Flexibilidade;
  • Apoio ao lazer e a cultura.

Essas são algumas opções que podem ser implementadas de forma simples e irem desenvolvendo-se com o tempo. Por isso, é sempre importante pesquisar sobre o tema e como a sua empresa pode aplicá-lo!

2 – Analise como está o mindset da empresa

Para ter bem-estar no trabalho, esse conceito deve sair do papel e efetivamente fazer parte das ações. Como pontuamos no tópico anterior, para que os benefícios sejam contínuos, as ações também devem ser.

Por isso, é preciso analisar como está a cultura da empresa em relação a esse tema e como é possível tirá-lo do papel. Isso porque, em culturas mais rígidas e até tóxicas, pode ser naturalmente mais difícil mudar a percepção da organização.

Dessa forma, comece a incluir a noção de bem-estar na cultura da empresa. Você pode fazer isso a partir de pequenos hábitos, como incentivar a empatia, a comunicação não-violenta, a priorização da saúde, etc.

3 – Eduque sobre hábitos associados ao bem-estar no trabalho

Associado ao que trouxemos anteriormente, o problema de muitos negócios é, na verdade, nem entenderem que têm ambientes de trabalho que não são saudáveis.

Portanto, essa noção deve ser uma das primeiras a serem trabalhadas dentro da organização se o objetivo é promover bem-estar no trabalho. É preciso criar essa consciência e discutir assuntos importantes, como jornadas de trabalho exaustivas, produtividade tóxica, relacionamentos interpessoais, entre outros.

Dentro das empresas, esse tipo de debate é uma das formas mais práticas de abranger todos os colaboradores e colaborar para a melhoria do ambiente.

Da mesma forma, após reconhecer os problemas, podem ser propostas soluções. Toda a empresa pode adotar hábitos melhores de produtividade e descanso de forma conjunta, por exemplo. Também podem ser apresentadas outras oportunidades de promover ações que envolvam todo o time conforme as possibilidades da sua equipe e negócio.

Palestras, rodas de conversa e o desenvolvimento da inteligência emocional também são opções para fortalecer essa base.

4 – Trabalhe o employee experience

Você já ouviu falar na experiência do colaborador? Esse é um tema que promete fazer cada vez mais parte das rotinas de profissionais de RH.

Esse tipo de conceito coloca os funcionários no centro das ações promovidas pelos profissionais de psicologia organizacional. A partir disso, é possível cuidar melhor do ativo mais importante para as empresas: o capital humano.

Dessa maneira, é possível tornar o ambiente mais acolhedor desde o processo de recrutamento e seleção, onboarding, desenvolvimento e tempo na empresa.

Nesse sentido, uma boa ideia é sempre reforçar o propósito e a missão da empresa, como ela faz a diferença no mercado e como o trabalho de cada colaborador é importante. Além de mudar a visão dele sobre a organização, também cria um senso de pertencimento em todas as etapas.

5 – Ofereça flexibilidade

Dar mais possibilidades de escolha é uma das melhores formas de oferecer bem-estar no trabalho. Por isso, se é possível para a sua empresa, disponha flexibilidade de horários, opções de postos de atuação, etc.

Dessa forma, a empresa contribui com a saúde e a produtividade do colaborador, dando a chance de ele escolher como se sente melhor para trabalhar e, assim, entregar melhores resultados.

Sem contar que, para o colaborador, essa é uma grande vantagem. Uma pesquisa internacional feita pela The Annual IWG Global Workspace Survey constatou alguns dados interessantes sobre o tema:

  • 85% dos entrevistados afirmaram que a flexibilidade ajudou o negócio a ser mais produtivo;
  • Mais de 50% dos colaboradores já trabalham fora do escritório por pelo menos dois dias por semana;
  • 4/5 dos entrevistados garantiram que, se recebessem duas propostas parecidas. recusariam a que não tivesse possibilidade de trabalho flexível;
  • 65% dos negócios afirmam que o trabalho flexível ajudou a diminuir gastos fixos, lidar melhor com os riscos e melhorar seus processos.

Essa tendência também está sendo muito impulsionada pelas mudanças no mercado, como o trabalho remoto. Por isso, vale a pena investir nela!

6 – Atente-se aos períodos de descanso dos funcionários

Em carreiras mais intensas e desafiadoras, é comum que alguns profissionais acabem se envolvendo com o trabalho de forma intensa. Nesses casos, o RH pode intervir para ajudar a oferecer equilíbrio.

Para isso, preste atenção na rotina dos colaboradores, principalmente aqueles com uma agenda mais atarefada, para garantir que estejam descansando. Confira as folhas de ponto, abra espaço para feedbacks e desabafos, além de contar com parceiros que te ajudem a monitorar a saúde da empresa.

Para profissionais que fazem a gestão ocupacional, isso é essencial não só para oferecer mais bem-estar no trabalho, como também prevenir doenças e acidentes de trabalho.

7 – Foque na importância da saúde mental

A pandemia da Covid-19 acendeu um grande alerta para a saúde emocional dos colaboradores após o aumento de casos de Síndrome de Burnout, depressão e ansiedade.

Dessa forma, ficou clara a importância de tratar esses temas dentro das organizações, uma vez que eles estão muito associados às rotinas de trabalho.

Para ter bem-estar no trabalho, é preciso que esses conceitos sejam conversados, reconhecidos e respeitados na empresa. Então, além de maior abertura para tratar eventuais problemas, as equipes podem colaborar mais entre si para elevar o clima organizacional.

Uma ótima opção para cuidar da saúde emocional dos colaboradores também é investir em benefícios corporativos. Nesse sentido, a OrienteMe oferece, além de um mapeamento completo sobre a saúde da empresa, acompanhamento nutricional e psicológico individualizado para o time. 

Além disso, também oferecemos um painel corporativo especial para o time de RH, que pode acompanhar a evolução dos colaboradores e contar com a equipe da OrienteMe para promover ações internas voltadas à qualidade de vida!

Confira a nossa página para empresas e entenda mais.

Você sabe qual o custo da saúde
emocional para sua empresa?

8 – Estimule a segurança psicológica

Alguns ambientes de trabalho, por sua cultura, são naturalmente mais estressantes, o que pode afetar a saúde do colaborador.

Para combater isso, uma das grandes tendências de RH atuais é a promoção da segurança psicológica. Esse conceito significa investir em uma empresa em que os colaboradores sintam-se confortáveis para aprender, errar, colaborar e desafiar-se em busca dos maiores resultados.

Além de zelar pela saúde integral dos colaboradores, é possível investir também estimular a inovação e outros pontos importantes para posicionar a empresa no mercado.

Assim, para promover a segurança psicológica no ambiente de trabalho, comece estimulando uma comunicação aberta e participativa entre o time. A abertura às ideias é o primeiro passo para oferecer condições mais saudáveis no dia a dia.

A partir disso, é possível estimular colaboração entre os times, entre outras práticas benéficas e relacionadas ao tema. Por isso, não deixe de acompanhar o tema!

9 – Invista no bem-estar físico e na ergonomia

Como é de se esperar, o ambiente físico é de grande importância para a execução e a qualidade do trabalho.

Porém, mais do que isso, também é obrigação das empresas atentarem-se a esse tipo de condição. Inclusive, para empresas que trabalham com o regime CLT, esse é um dos programas exigidos dentro da Saúde e Segurança do Trabalho.

Para assegurar isso, um dos requisitos é certificar-se de que todos os funcionários tenham os equipamentos, ferramentas, acessórios e programas necessários para realizarem seus trabalhos.

Além de melhorar as condições no dia a dia, essa é uma das principais maneiras de prevenir acidentes físicos e outros riscos, como doenças por repetição.

10 – Abra espaço para sugestões de melhorias

Uma empresa que preza pelo bem-estar no trabalho também deve estar aberta a sugestões e ideias de tendências. Portanto, para ter uma empresa em que o ambiente seja saudável e confortável, é importante desenvolver a base da comunicação dentro da cultura

A começar pelos líderes e outros departamentos, é importante engajar ações de feedback constante, momentos de conversas individuais e realmente fazer a comunicação acontecer nas empresas além do necessário para os processos.

Assim, muitas organizações acabam subestimando esse ponto, sendo que ele é de extrema relevância para a qualidade de vida dos times.

Isso porque, segundo um levantamento feito pela revista britânica The Economist, 18% dos entrevistados afirmam que as falhas na comunicação levaram à redução das vendas. Esses problemas também contribuíram para estresse (52%) e desânimo (31%).

Portanto, não deixe de aplicar essas dicas na sua organização e colher os resultados de um ambiente mais saudável!

Conte com a OrienteMe para te ajudar a promover o bem-estar no trabalho!

Como você viu, é de interesse das empresas aprimorar seus ambientes de trabalho e promover mais equilíbrio no dia a dia, considerando que o emprego é uma parte muito importante da rotina das pessoas. 

Para isso, como abordamos, as ações devem ser contínuas e realmente fazer a diferença na vida do funcionário.

E é por isso que você deve contar com a OrienteMe para te ajudar nessa missão. Somos uma plataforma que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia e orientação nutricional online.

Ao contratar a plataforma para a sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia e nutrição certificados e experientes. Além disso, o time da OrienteMe, além de acompanhar o bem-estar dos colaboradores, caminha junto à sua empresa para promover ações constantes que potencializam ainda mais a saúde dos funcionários como um todo.

E mais: a equipe de RH tem acesso ao Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores, como índices de estresse, principais temas tratados e muito mais!

Interessou-se pela nossa plataforma e quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar o seu negócio!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Mantenha-se informado, e tenha os melhores conteúdos
para seu desenvolvimento diretamente no seu email.

Não se preocupe, prometemos não mandar spam

E-BOOK GRATUITO

Como o Feedback pode transformar as relações na sua empresa.
Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.