Qualidade de vida no trabalho

Modelo de gestão de pessoas: conheça os principais e entenda qual o ideal para a sua empresa!

Daniela Haidar Chohfi -

As pessoas estão por trás de tudo que é realizado em uma organização, de uma maneira ou outra. Por isso, é importante entender como é melhor geri-las. E é aqui que entra o modelo de gestão de pessoas.

Isso porque, esse conceito ajuda as empresas a entenderem como maximizar a performance de suas equipes, aumentar o engajamento no trabalho e criar um melhor ambiente para todos.

Até porque, como reforça uma pesquisa da Robert Half, cada vez mais empresas buscam fortalecer sua cultura organizacional como forma de atrair e reter talentos. Cuidar dos tipos de gestão de pessoas é um desses passos.

Assim, ao conhecer os diferentes tipos de gestão de pessoas, você poderá entender qual mais se adequa à realidade da sua empresa. Neste artigo, iremos abordar:

  • O que são modelos de gestão de pessoas;
  • Quais são esses modelos: 10 exemplos;
  • Como escolher o ideal, e mais!

Boa leitura!

O que são modelos de gestão de pessoas?

Os modelos de gestão de pessoas, também conhecidos como tipos de gestão de pessoas, representam as diferentes formas de gerir e liderar os trabalhos das equipes em uma organização.

Isso quer dizer que cada modelo de gestão de pessoas é baseado em certos princípios e regras. 

Assim, dependendo das características de cada empresa, é possível escolher seu modelo de gestão de pessoas ideal, focando no que é necessário para formar equipes de alta performance e atingir os resultados esperados pela sua organização.

Leia também: O que é saúde ocupacional? 4 dicas para promovê-la

Quais os modelos de gestão de pessoas?

1 – Gestão colaborativa

A gestão colaborativa pode ser definida como um modelo descentralizado, que muda a ordem hierárquica de trabalho adotada pela maioria das organizações.

Nela, é promovido um modelo de gestão de pessoas horizontal. 

Ou seja, as decisões não ficam centralizadas na liderança, mas passam por todos, que têm responsabilidade igual em relação ao sucesso das estratégias e tarefas executadas.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão colaborativa?

As vantagens desse modelo de gestão de pessoas são:

  • Constrói equipes engajadas com o trabalho;
  • Colabora com uma boa comunicação;
  • Ajuda a desenvolver talentos;
  • Contribui com o sentimento de pertencimento.

Já nas desvantagens, pode haver:

  • Dificuldades em tomar decisões que agradem a todos;
  • Divergências no modo como as funções são realizadas;
  • Desafios em avançar com projetos complexos.

2 – Gestão democrática

A gestão democrática foi inicialmente pensada para o ambiente escolar, mas logo tomou espaço em outras organizações.

Isso porque, esse modelo de gestão de pessoas é bastante parecido com a gestão colaborativa.

Na gestão democrática, a ideia é que todos possam participar e opinar na maneira em que as decisões são tomadas e quais são as melhores decisões para alcançar o sucesso.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão democrática?

As vantagens da gestão democrática são:

  • Transparência no processo de tomada de decisões;
  • Maior troca de informações entre equipes diferentes;
  • Maior senso de responsabilidade entre a equipe.

Já as desvantagens são:

  • Necessidade de planejamento em todos os pontos;
  • Dificuldade em desconstruir a hierarquia em empresas mais conservadoras;
  • Burocrático de ser implementado.

3 – Gestão meritocrática

Como o próprio nome já indica, na gestão meritocrática, o mérito é o principal meio para o crescimento dentro de uma organização.

Assim, esse tipo de gestão de pessoas costuma se conectar muito à cultura da empresa. 

Quais as vantagens e desvantagens da gestão meritocrática?

Entre as vantagens da gestão meritocrática, estão:

  • Estimula a performance da equipe;
  • Pode colaborar com o engajamento;
  • Contribui com a proatividade e o senso de responsabilidade do time;
  • Ajuda a medir o atingimento de metas e objetivos.

Já entre as desvantagens, se destacam:

  • Pode não ser aplicável para todos os perfis de pessoas;
  • Necessidade de estruturar os marcos de mérito;
  • Subjetividade do conceito de meritocracia.

4 – Gestão inspiradora

A gestão inspiradora se pauta na figura de uma pessoa, geralmente os líderes, que, com suas ações e palavras, inspiram os colaboradores a agirem de uma certa forma.

Assim, essa pessoa ou grupo é responsável por estimular a performance da equipe na empresa através do exemplo, colaborando com um alto desempenho.

Esse estilo de gestão de pessoas costuma ser usado para promover mais união e confiança no trabalho.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão inspiradora?

Algumas vantagens da gestão inspiradora são:

  • Estimula o trabalho em equipe;
  • Contribui com um ambiente positivo;
  • Aumenta a confiança entre equipes.

As desvantagens desse modelo de gestão de pessoas são:

  • O time pode ter pouca independência;
  • Depende da figura do líder para funcionar;
  • Necessidade do desenvolvimento de líderes capazes de aplicar o estilo de maneira eficiente.

5 – Gestão com foco em resultados

A gestão com foco em resultados é um método focado diretamente no atingimento de certos objetivos. Dessa forma, ele define quais passos são indispensáveis para o alcance dessas metas, e eles são o foco do trabalho de toda a equipe.

Esse modelo de gestão de pessoas costuma ser aplicado por um estilo de RH estratégico, já que exige uma visão mais analítica sobre a empresa.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão com foco em resultados?

Em relação às vantagens da gestão com foco em resultados, podemos destacar:

  • Maior previsibilidade no alcance de metas;
  • Direcionamento claro da equipe;
  • Responsabilidade compartilhada no atingimento de objetivos.

Já na lista de desvantagens, pode acontecer:

  • Se o planejamento não for efetivo, pode comprometer os resultados;
  • Sem uma cultura adequada, há chances de desenvolver ambientes com alto estresse no trabalho.

6 – Gestão autocrática

A gestão autocrática traduz um modelo que costumava ser muito comum nos ambientes de trabalho antigamente. 

Isso porque, ela é centralizada diretamente na hierarquia nas empresas. Nesse estilo, os colaboradores apenas seguem ordens e realizam tarefas de acordo com o que é determinado por seus superiores.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão autoritária?

Entre as vantagens, podemos citar:

  • Modelo de decisão centralizado no líder;
  • Supervisão próxima das atividades;
  • Controle de processos.

Já as desvantagens do modelo de gestão de pessoas autocrática são:

  • Possíveis problemas de comunicação;
  • Pouca abertura para inovação e melhorias;
  • Dependência do líder para o cumprimento de processos.

7 – Gestão comportamental

A gestão comportamental tem se mostrado uma tendência em crescimento, exatamente por seu potencial estratégico.

Isso porque, esse modelo defende um estilo de gestão que considera os perfis comportamentais dos colaboradores e, portanto, suas características.

Isso quer dizer que o líder ou RH se adapta a cada perfil comportamental (dos quatro tipos mapeados) para entender como essas pessoas se expressam, o que as motiva, como elas preferem se comunicar, etc.

Dessa forma, o objetivo é criar ambientes de trabalho mais diversos e respeitosos, em que cada colaborador tem seu potencial aproveitado.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão comportamental?

Entre as vantagens da gestão comportamental, estão:

Em relação às desvantagens, algumas possibilidades são:

  • Depende de testes para determinar o perfil;
  • Os perfis podem variar minimamente com o tempo;
  • Nem todos podem se motivar pelos mesmos incentivos, independente do perfil.

8 – Gestão flexível

Para a gestão flexível, a equipe determina como são seus processos e até atividades no dia a dia. Neste modelo, a presença do líder é mínima e ele pode assumir até mesmo uma postura de “consultor”.

Esse modelo de gestão de pessoas também costuma ser usado em momentos de mudança no mercado ou necessidade de adaptação. Assim, as empresas confiam na experiência e responsabilidade de suas equipes para lidarem com a situação.

Quais as vantagens e desvantagens da gestão flexível?

As vantagens desse modelo são:

  • Maior autonomia para a equipe;
  • Possibilidade de inovação;
  • Aumento da satisfação da equipe.

Algumas desvantagens que podem surgir são:

  • Falta de foco;
  • Dificuldade em medir resultados;
  • Dificuldade em mensurar o cumprimento de tarefas.

9 – Gestão por desempenho

Esse modelo de gestão de pessoas é focado em aprimorar e analisar as competências, habilidades e técnicas que possibilitam que uma equipe tenha alta performance.

Dessa maneira, a empresa gere seus colaboradores ao pensar no que é necessário desenvolver para atingir certos objetivos.

Quais as vantagens e desvantagens do modelo de gestão de pessoas por desempenho?

As vantagens desse modelo de gestão de pessoas são:

  • Desenvolvimento constante;
  • Capacidade de aprimoramento dos processos da empresa;
  • Maior engajamento da equipe.

As desvantagens são:

  • Necessidade de planejamento e treinamento constantes;
  • Investimento alto;
  • Necessidade de avaliação de desempenho constante.

10 – Gestão por competências

Esse é um modelo que anda lado a lado com os planos de carreira nas empresas.

Isso porque, o modelo de gestão por competências foca em identificar quais são os pontos em que a equipe precisa melhorar para alcançar resultados, sempre ajustando as técnicas e também o comportamento.

Quais as vantagens e desvantagens do modelo de gestão de pessoas por competências?

Entre as vantagens, estão:

  • Capacidade de desenvolvimento de habilidades importantes, como inteligência emocional;
  • Troca de conhecimentos constante entre o time;
  • Aumento da retenção de talentos

Algumas desvantagens que podem acompanhar esse modelo são:

  • Necessidade de identificar as necessidades da equipe;
  • Dificuldade de estruturar esse processo;
  • Motivação constante da equipe para se aprimorar.

Leia também: 17 indicadores de RH para construir ações mais estratégicas

Como escolher um modelo de gestão de pessoas?

Para escolher um modelo de gestão de pessoas, o primeiro passo a ser dado é a análise.

Você pode fazer isso por meio de pesquisas de clima, avaliações de desempenho, feedbacks e outras ferramentas de análise de dados.

A partir disso, é possível identificar quais são as necessidades do time, e começar desse ponto.

Em seguida, é preciso analisar quais os objetivos da empresa. Como você viu, existem modelos que apresentam vantagens maiores dependendo do resultado esperado.

Ainda, é importante avaliar qual a situação da sua cultura organizacional. Ela influencia e muito no modelo de gestão de pessoas adotado, e deve acompanhá-lo.

Por fim, vale conversar com as lideranças e aprofundar mais a pesquisa sobre o estilo escolhido. Conte com especialistas e se informe sempre, como você está fazendo agora!

Conte com a orienteme para potencializar a sua gestão de pessoas!

Como você viu, ter um modelo de gestão de pessoas estratégico é essencial para deixar a sua empresa mais tática e evoluir o time no mercado. Claro que, para isso, é ideal que o RH tenha uma visão estratégica e conte com as ferramentas certas para crescer.

Isso porque, para que a sua empresa seja mais forte, ela precisa de times mais fortes e colaboradores mais fortes. 

Afinal, uma equipe desequilibrada ou doente não consegue dar o seu melhor, o que afeta diretamente os resultados de toda a empresa e os principais indicadores de RH.

A orienteme é a opção ideal para te ajudar nesta tarefa. 

Somos uma plataforma de gestão de saúde corporativa, que conecta colaboradores a uma vida mais saudável por meio de psicoterapia, orientação nutricional e orientação física, porque a saúde é composta por um olhar holístico.

Com a orienteme, a sua empresa não precisa escolher apenas um aspecto da saúde para potencializar, mas pode cuidar da sua equipe por completo.

Ao contratar a plataforma para sua empresa, os trabalhadores ganham acesso a profissionais de psicologia, nutrição e orientação física com certificação e experiência, além de um mapeamento completo de indicadores estratégicos feito pela orienteme, que identificam como está a situação atual da saúde da sua empresa. 

A equipe de RH tem o Portal Corporativo, um painel que permite acompanhar a evolução de diversos indicadores que ajudam a diminuir os níveis de absenteísmo, sinistralidade e aumentar a produtividade, e muito mais!

A partir disso, você conta com a orienteme para conectar seus colaboradores com os melhores profissionais em cada caso a ser tratado, além de uma equipe pronta para te ajudar a entender a situação de saúde da sua empresa e promover ações assertivas.

Interessou-se pela nossa plataforma, mas quer conhecê-la melhor? Entre em contato com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar sua empresa e sua equipe!

Entenda como a orienteme concentra a saúde e o bem-estar da sua empresa em uma só solução.

indicadores de rh

Mais sobre Saúde Ocupacional

Importância de treinamentos sobre gerenciamento de estresse para equipes

Atuação estratégica do RH pode evitar transtornos mentais relacionados ao trabalho

Doenças mentais incapacitantes para o trabalho

E-BOOK GRATUITO

e-Book Segurança Psicológica: o guia completo para criar equipes inovadoras​